Modelagem Computacional num curso de formação continuada: percepções dos professores

  • Marli Teresinha Quartieri Universidade do Vale do Taquari
  • Andréia Spessatto De Maman Universidade do Vale do Taquari
  • Maria Madalena Dullius Universidade do Vale do Taquari
  • Italo Gabriel Neide Universidade do Vale do Taquari
  • Romildo Pereira da Cruz Universidade do Vale do Taquari
Palavras-chave: Modelagem Computacional, Formação Continuada, Uso de tecnologias

Resumo

Este trabalho apresenta os resultados obtidosde um curso de formação continuada com o objetivo de realizar modelagem computacional por meio do software Modellus, para trabalhar o conceito de Movimento Retilíneo Uniforme. O curso foi realizado em dez encontros, sendo oito presenciais e dois a distância, o qual envolveu 22 professores da Educação Básica de diferentes municípios do Vale do Taquari, Rio Grande do Sul/RS e arredores. A pesquisa foi de cunho qualitativa e apresentou características de um estudo de caso. Os instrumentos de coleta de dados foram questionários, fotografias e gravações das discusões realizadas durante os encontros. No decorrer do curso os participantes foram, constantemente, instigados a desenvolver  atividades com o uso de tecnologias em sua prática pedagógica. De acordo com a análise dos dados coletados, pode-se inferir que a experiência vivenciada foi significativa, por contribuir como meio de motivação, para o professor integrar os aplicativos computacionais em sua prática pedagógica. Além disso, a formação continuada pode ser um dos caminhos possíveis para que os professores comecem a utilizar recursos tecnológicos, em especial na abordagem de conteúdos de Ciências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, I. S., VEIT, E. A., MOREIRA, A. M. Modelos computacionais no ensino- aprendizagem de física: um referencial de trabalho. In Investigações em Ensino de Ciências. Porto Alegre. Vol. 17, ed. 2, pp. 341-366. 2012.

BITTAR, M. Possibilidades e dificuldades na incorporação do uso de softwares na aprendizagem da Matemática. In: III Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática (SIPEM). Águas de Lindóia, SP: SBEM, 2006.

BITTAR, M.; GUIMARÃES, S. D.; VASCONCELLOS, M.. A integração da tecnologia na prática do professor que ensina matemática na educação básica: uma proposta de pesquisa-ação. REVEMAT – Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 3, n. 8, p. 84 - 94, 2008.

BORBA, M. C., VILLARREAL, E. M.. Humans-with-Media and the Reorganization of Mathematical Thinking. United States of America: Springer, 2004.

BORBA, M. S. Professores que utilizam tecnologias em suas aulas: como expressam situações pedagógicas de suas práticas? Dissertação (mestrado) – Universidade Federal de Pelotas. Pelotas, 2010.

BRANDÃO, R.V., ARAÚJO, I.S., VEIT, E.A. A modelagem científica de fenômenos físicos e o ensino de Física. Física na Escola. São Paulo, 9(1), 2008.

CALEJON, L. M. C. E SILVEIRA, I. F. Os desafios da educação escolar na contemporaneidade: tecnologias da informação e da comunicação na educação escolar. Revista de Ensino de Ciências e Matemática. v. 10, n.1, p. 130-143, 2019. Disponível em: file:///C:/Users/Andr%C3%A9ia/Downloads/2254-6616-1-PB.pdf. Acesso em 12 jul. 2019.

CASTRO, A. L.. A formação de professores de matemática para uso das tecnologias digitais e o currículo da era digital. Anais do XII Encontro Nacional de Educação Matemática. São Paulo, 2016.

COLL, C., MAURI, T., ONRUBIA, J. A incorporação das tecnologias da informação e da comunicação na educação: do projeto técnico-pedagógico ás práticas de uso. In: COLL, C. & MONEREIO, C (Orgs.). Psicologia da Educação Virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. (N. Freitas, Trad). Porto Alegre: Artmed, 2010.

DAMASCENO, H. L. Os tablets chegaram: as tecnologias móveis nas escolas de Salvador/Bahia. Dissertação de mestrado. Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil, 2014.

DULLIUS, M. M. Tecnologias no ensino: por que e como? Caderno pedagógico, Lajeado. v. 9, n. 1, p. 111 – 118, 2012.

JAHN, Ana Paula; ALLEVATO, Norma Suely Gomes (Org.). Tecnologias e educação matemática: ensino aprendizagem e formação de professores. 1ed. Recife: SBEM, 2010.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Metodologia científica. 4. Ed. São Paulo, Atlas, 2004.

MEDEIROS A., MEDEIROS C. F. Possibilidades e Limitações das simulações Computacionais no Ensino de Física. Revista Brasileira de Ensino de Física, 24(2), 2002.

MOREIRA, M. A.. Modelos científicos, modelos mentais, modelagem computacional e modelagem matemática: aspectos epistemológicos e implicações para o ensino. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 7(2), 1-20, 2014.

NÓVOA, A.. Formação de professores e profissão docente. Repositório da Universidade de Lisboa, 1992.. Recuperado em junho de 2017, de http://hdl.handle.net/10451/4758

PENTEADO, M. G. Possibilidades para a formação de professores de Matemática. In PENTEADO, M. G. & BORBA, M. C. (Orgs.). A Informática em Ação: formação de professores, pesquisa e extensão. 1 ed. São Paulo: Olho Dágua. p. 23-34, 2000.

RICHIT, A.. Percursos da formação de professores em tecnologias na educação: do acesso aos computadores à inclusão digital. In: RICHIT, A. (Org.). Tecnologias digitais em educação: perspectivas teóricas e metodológicas sobre formação e prática docente. 1. ed. Curitiba, PR: CRV, p. 11-33, 2014.

SANTOS, A. B. A Física no Ensino Médio: motivação e cidadania. Em Extensão, 8(1), 60 – 71, 2011. Recuperado em junho de 2017 em http://www.seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/20381/10851

SANTOS, W. L.P. Educação Científica na perspectiva do letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação. V. 12, n. 36, set/dez, 2007.

TRIVIÑOS, A. N. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VEIT, E. A., TEODORO, V. D. Modelagem no Ensino/Aprendizagem de Física e os Novos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Revista Brasileira de Ensino de Física, vol. 24, nº. 2, Junho, 2002.

WEBBER, C. G., & VIEIRA, M. B. Tecnologias digitais na educação: colaboração e criatividade em sala de aula. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, 1(2), 166– 177, 2010. Disponível em: http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/16/8. Acesso em 12 jul. 2019.

Publicado
2019-12-10
Como Citar
QUARTIERI, M. T.; DE MAMAN, A. S.; DULLIUS, M. M.; NEIDE, I. G.; CRUZ, R. P. DA. Modelagem Computacional num curso de formação continuada: percepções dos professores. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 10, n. 6, p. 274-286, 10 dez. 2019.
Seção
Artigos Gerais