Formulação de problemas por meio de práticas de leitura e de escrita

Palavras-chave: Formulação de problemas, Escrita na Matemática, Resolução de Problemas

Resumo

Neste artigo apresentam-se resultados de uma investigação que buscou averiguar a influência de práticas de leitura e de escrita como facilitadoras nos processos de compreensão, interpretação e resolução de problemas matemáticos. Especificamente, estão sendo discutidas atividades que envolvem formulação de enunciados de problemas matemáticos. As atividades foram desenvolvidas com uma turma de 8º ano do Ensino Fundamental, tendo, como fundamentos teóricos, Dante (2009) que explicita que o uso da formulação e resolução de problemas matemáticos possibilita vários aspectos positivos no ensino de Matemática, Chica (2001) que destacam a importância de incentivar o trabalho com elaboração de enunciados. No desenvolvimento das atividades, foram exploradas diferentes formas de aproximar e abordar a escrita na formulação de questões, enunciados de problemas, e buscou-se discutir com os alunos as atividades elaboradas. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram o diário de campo da pesquisadora e caderno individual dos alunos. Destaca-se a dificuldade enfrentada pelos alunos nas primeiras atividades de formulação de problemas matemáticos, porém percebeu-se um acentuado crescimento neste aspecto no decorrer do desenvolvimento das práticas. Inicialmente, os alunos não conseguiam organizar suas ideias no caderno para concluir as propostas, mas à medida que as atividades foram desenvolvidas, ocorreu uma sensível melhora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBUQUERQUE, R. N. de. Alguns fatores linguísticos que interferem na interlecção dos problemas matemáticos no ensino fundamental I. 2007. 89f. Dissertação de Mestrado – Universidade católica de Pernambuco, Pernambuco, 2007.

CHICA, C. H. Por que Formular Problemas? In: SMOLE, Kátia S. e DINIZ, Maria I. (Orgs.). Ler, escrever e resolver problemas: Habilidades básicas para aprender matemática. Porto Alegre: Artmed, p. 151 a 173, 2001.

DANTE, L. R. Formulação e resolução de problemas de matemática: teoria e prática. 1. Ed. São Paulo: Ática, 2009.

MEDEIROS, K. M. O contrato didático e a resolução de problemas matemáticos em sala de aula. In: Educação Matemática em Revista, São Paulo, nº 9/10, p. 32-39, SBEM, 2001.

MOREIRA, H.; CALEFFE, L. G. Metodologia da pesquisa para o professor pesquisador. Rio de Janeiro: Lamparina, 2008.

MÜLLER, A. P. K. Resolução de problemas matemáticos no ensino fundamental: possibilidades a partir da leitura e da escrita. 2015. Dissertação de Mestrado – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, jan. 2015. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/797>.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos; tradução Ana Thorell. 4.ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

Publicado
2020-05-05
Como Citar
KREIN MULLER, A.; NEUMANN MARTINS, S.; DULLIUS, M. Formulação de problemas por meio de práticas de leitura e de escrita. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 3, p. 225-243, 5 maio 2020.
Seção
Artigos Gerais