A investigação Matemática, como prática pedagógica, favorece a ocorrência do diálogo no ensino de Matemática?

Palavras-chave: Investigação Matemática, Diálogo, Prática Pedagógica

Resumo

O presente artigo trata-se de um relato de experiência embasado por um estudo teórico sobre a Investigação Matemática como prática pedagógica, e sobre o diálogo como facilitador do processo de aprendizagem de matemática. Para ilustrar nosso estudo apresentamos uma atividade aplicada para alunos de um Colégio Público do Norte do Paraná, utilizando como prática pedagógica a investigação matemática, a qual foi o instrumento de análise em nossa pesquisa, no sentido de analisar seu favorecimento para ocorrência do diálogo. Na seqüência, apresentamos uma reflexão acerca das interações ocorridas entre os participantes, assim como, se estas interações satisfazem o entendimento de diálogo preconizado por Alrø e Skovsmose, (2010), para quem, a ocorrência do diálogo auxilia no processo de aprendizagem dos estudantes. Por fim, tecemos algumas considerações a respeito de nossa pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Aparecida Alves da Costa

Departamento de Matemática e Área de Ensino de Matemática.

Referências

ALRO, H.; SKOVSMOSE, O. Diálogo e Aprendizagem em Educação Matemática. Tradução de Orlando Figueiredo. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: matemática. Brasília: Ministério da Educação/Secretaria de Educação Fundamental, 1998. 148p. (PCNs 5ª a 8ª Séries)

BRUNHEIRA, L; FONSECA, H. Investigar na aula de matemática. In P. Abrantes, L. C. Leal, J. P. Ponte (Eds.). Investigar para aprender matemática. Lisboa: Projecto MPT e APM, 1996, p. 193 - 201.

CASTRO, A. D; CARVALHO, A. M. P. Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Pioneira, 2001, 195p. ISBN 8522102422 (broch.)

CORRADI, D. K. S. Investigações Matemáticas. Revista da Educação Matemática da UFOP, Vol I, 2011 - XI Semana da Matemática e III Semana da Estatística, 2011. ISSN 2237 - 809X. Disponível em: <http://www.gente. eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/RE/T21_RE297.pdf>. Acesso em: 07 junho de 2016.

FERRUZZI, E. C.; ALMEIDA, L. M.W. Diálogos em modelagem matemática. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. 2015, vol.21, n.2, pp.377-394. ISSN 1516-7313. http://dx.doi.org/10.1590/1516-731320150020008.

FONSECA, H.; BRUNHEIRA, L. PONTE J. P. da. As actividades de investigação, o professor e a aula de Matemática. Disponível em: <http://ia.fc.ul.pt/textos/99%20Fons.- Br.-Ponte%20/ProfMat-MPT.pdf>. Acesso em: 13 jun. 2009.

MORTIMER, E. F.; SCOTT, P. (2002). Atividade discursiva nas salas de aula de ciências: uma ferramenta sociocultural para analisar e planejar o ensino. Investigações em Ensino de Ciências. Porto Alegre - RS, v.7, n.3, 2002. Disponível em: http://www.if.ufrgs.br/public/ensino/vol7/n3/v7_n3_a7.htm

OLIVEIRA, H et al. Os Professores e as actividades de Investigação. In P. Abrantes, J. P. Pontes, H. Fonseca, L. Brunheira (Eds), Investigações matemáticas na aula e no currículo. Lisboa: Projeto MPT e APM, 1999, p. 97-109.

PONTE, J.P et al. Histórias de Investigações Matemáticas. (Desenvolvimento curricular na educação básica: 8). Lisboa: ISBN, 1ª ed, 1998.

PONTE, J. P.; BROCARDO, J.; OLIVEIRA, H. Investigações Matemáticas na Sala de Aula. Belo Horizonte: Autêntica. 2003.

PONTE, J. P.; MATOS, J. F. Processos Cognitivos e Interações Sociais nas Investigações Matemáticas. In P. Abrantes, L. C. Leal, J. P Ponte (Eds), Investigar para aprender matemática. Lisboa: Projecto MPT e APM, 1996, p. 119-138.

ROCHA, E. M. B. O processo de ensino-aprendizagem: modelos e componentes. In: PENTEADO, W. M. A. (org) Psicologia e Ensino. São Paulo: Papelivros, 1980.

TORISU, E. M. Diálogo em sala de aula de Matemática: uma forma de comunicação na cooperação investigativa. SIMPEMAD-Simpósio Educação Matemática em Debate, v. 1, p. 266-278, 2014.

TUDELLA, A et al. Dinâmica de uma aula com investigações. In P. Abrantes, J. P. Pontes, H. Fonseca, L. Brunheira (Eds), Investigações matemáticas na aula e no currículo. Lisboa: Projeto MPT e APM, 1999, p. 87-96.

Publicado
2020-05-05
Como Citar
COSTA, J.; FERRUZZI, E. A investigação Matemática, como prática pedagógica, favorece a ocorrência do diálogo no ensino de Matemática?. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 3, p. 303-314, 5 maio 2020.
Seção
Relatos de Pesquisa