Modelagem Matemática no Ensino Médio: uma possibilidade de aprendizagem a partir de contas de água

Palavras-chave: Ensino Médio Politécnico, Modelagem Matemática, Custo de água

Resumo

Este trabalho tem como objetivo relatar os resultados de uma prática de Modelagem Matemática desenvolvida em 2016, com alunos do 2º ano do Ensino Médio Politécnico de uma escola pública, localizada do Rio Grande do Sul. Os estudos abrangeram uma investigação acerca dos custos do consumo de água concedida pela prefeitura local que, posteriormente, foram comparados às cobranças de outra companhia, com o intuito de proporem critérios de escolha entre as duas companhias de fornecimento de água. O trabalho foi desenvolvido por um grupo de professores pesquisadores e a turma foi organizada em grupos. Os resultados obtidos apontam que, inicialmente, os alunos apresentaram dificuldades em obter um modelo matemático que representasse a relação entre o consumo e o valor pago pela água. Entretanto, por meio da intervenção dos professores, os alunos, de forma colaborativa, obtiveram resultados satisfatórios. Os professores atuaram como mediadores, de forma a objetivar que os alunos fossem os protagonistas. Para a professora titular e integrante da pesquisa, os alunos apresentaram ao longo das atividades, interação com a Modelagem Matemática, desenvolvendo interesse, curiosidade e valorização quanto à Matemática. Além disso, observou-se que a Modelagem Matemática possibilitou aos alunos um pensar crítico e criativo, favorecendo sua autonomia e independência. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, L. W. de; SILVA, K. P. da; VERTUAN, R. E. Modelagem Matemática na Educação Básica. São Paulo: Contexto, 2013.

ALMEIDA, L. M. W; DIAS, M. R. Um estudo sobre a modelagem matemática como estratégia de ensino e aprendizagem. Bolema, ano 12, n. 22, p. 19-36, 2004.

ARAÚJO, J..L. Uma Abordagem Sócio-Crítica da Modelagem Matemática: A perspectiva da educação matemática crítica. ALEXANDRIA, Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 2, n. 2, p. 55-68, jul. 2009.

BASSANEZI, R. C. Ensino–aprendizagem com modelagem matemática. São Paulo: Contexto, 2002.

BASSANEZI, R. C. Ensino-aprendizagem com modelagem matemática: uma nova estratégia. São Paulo: Contexto, 2006.

BASSANEZI, R. C. Modelagem Matemática: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2015.

BAUER, M.; GASKELL, G. Qualitative researching with text, image, and sound. London: Sage, 2008.

BIEMBENGUT, M. S. Concepções e Tendências de Modelagem Matemática na Educação Brasileira. Cuadernos de Investigación y Formación en Educación Matemática. Ano 7, n. 10, p. 195 – 204, 2012.

BIEMBENGUT, M. S.; HEIN, N. Modelagem Matemática no ensino. São Paulo: Contexto, 2003.

BIEMBENGUT, M. S. Modelagem Matemática & Resolução de Problemas, Projetos e Etnomatemática: Pontos Confluentes. ALEXANDRIA Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 7, n. 2, p. 197-219, 2014.

BISOGNIN, E.; BISOGNIN, V. Percepção de Professores sobre o Uso da Modelagem Matemática em Sala de Aula. Bolema, Rio Claro, SP, v. 26, n. 43, p. 277-297, 2012.

BORROMEO Ferri, R. Theoretical and empirical differentiations of phases in the modelling process. Zentralblatt für Didaktik der Mathematik, v. 38, n. 2, p. 86-95, 2006.

BURAK, D. A modelagem matemática e a sala de aula. Em: I Encontro Paranaense de Modelagem em Educação Matemática – I EPMEM, 2004, Anais ...Londrina: UEL, 2004.

BURAK, D.; ARAGÃO, R. M. R. A modelagem matemática e relações com a aprendizagem significativa. 1. Ed. Curitiba: Editora CRV, 2012.

D’AMBRIOSIO, U. Da Realidade à Ação: Reflexões sobre Educação e Matemática. Campinas: Ed. da Universidade Estadual de Campinas, 1986.

DUNCAN, C. P. F. R.; STAHL, N. S. P.; COLOMBO, C. da S.; SANTOS, P. M. dos;

SCHRÖETTER, S. M. A Modelagem Matemática como Metodologia no processo de Ensino-aprendizagem: uma experiência no Ensino Médio. InterSciencePlace, v. 10, n. 6, p. 118-216, 2015.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HALISKI, A. M. RUTZ, D. C; PILATTI, L. A. Uma experiência com a essência da modelagem matemática através da construção de maquete. Em: I Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia , 2009.

KAISER, G.; SCHWARZ, B., TIEDEMANN, S. Future Teachers’ Professional Knowledge on Modeling. In: LESH, R.; GALBRAITH, P.; HAINES, C. R.; HURFORD, A. (Org.). Modeling Students’ Mathematical Modeling Competences. New York: U.S.A., Springer, 2010.

KAISER, G.; SRIRAMAN, B. A global survey of international perspectives on modelling in mathematics education. Zentralblatt für Didaktik der Mathematik, v. 38, n. 3, p. 302- 310, 2006.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MOREIRA, Marco Antonio. Metodologias de Pesquisa em Ensino. Ed. São Paulo, 2011.

SILVEIRA, E.; CALDEIRA, A. D. Modelagem na Sala de Aula: resistências e obstáculos. Bolema, Rio Claro, SP, vol.26, n. 43, p.1021-1047, 2012.

Publicado
2018-04-05
Como Citar
REHFELDT, M. J. H.; NEIDE, I. G.; BÖCKEL, W. J.; BROILO, A. P.; PISCHING, I.; HEINEN, C. A.; KÖNIG, R. I. Modelagem Matemática no Ensino Médio: uma possibilidade de aprendizagem a partir de contas de água. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 1, p. 103-121, 5 abr. 2018.
Seção
Artigos Gerais

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)