Aspectos sociocientíficos e a questão ambiental: uma dimensão da alfabetização científica na formação de professores de Química

Palavras-chave: Ciência e Tecnologia, Formação Inicial, Ensino de Ciências

Resumo

Neste artigo, discutimos o entendimento de acadêmicos de um curso de Química-Licenciatura acerca dos aspectos sociocientíficos atrelados a questões ambientais. Participaram da pesquisa 51 estudantes do referido curso, de uma universidade estadual do Paraná, Brasil, que responderam a um questionário e a uma entrevista semiestruturada. Do conteúdo das respostas analisadas, emergiram: aspectos salvacionistas atribuídos à Ciência e à Tecnologia, bem como o pensamento de que os estudos científicos buscam sempre a solução dos problemas ambientais. Também foi possível identificar que a conscientização ambiental é para estes estudantes, um papel da educação, e que o aumento do lixo no ambiente está fortemente ligado ao consumismo. Somente alguns dos entrevistados conseguem identificar os aspectos sociocientíficos envolvidos nessa problemática, o que corrobora com a representação romântica e conservadora do papel da Ciência e da Tecnologia nas questões ambientais, presente no discurso da maioria dos participantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O Método nas Ciências Naturais e Sociais: Pesquisa Qualitativa e Quantitativa. 2. ed. São Paulo: Thomson, 2004.

AULER. D.e DELIZOICOV. D. Alfabetização científico-tecnológica para quê? Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências, v. 3, n. 2, p. 1-13, 2001.

AZEVEDO, R. O. M. et al. Formação inicial de professores da educação básica no Brasil: trajetória e perspectivas. Diálogo Educacional, v. 12, n. 37, p. 997-1026, 2012.

BAZZO, W. A. Ciência, tecnologia e sociedade: e o contexto da educação tecnológica. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1998.

BRÜGGER, P. Educação ou adestramento ambiental. 3. ed. Chapecó: Argos; Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2004.

FOUREZ, G. Alfabetización científica y tecnológica: acerca de las finalidades de La enseñanza de las ciências. Buenos Aires: Ediciones Colihue, 1997.

GERHARDT, T. E. et al. Estrutura do projeto de pesquisa. In: GERHARDT, T. E. e SILVEIRA, -D. T. (Orgs). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. p. 68-88.

LEITE, R. F. Concepções de professores de química do ensino médio sobre educação ambiental. 2009. Dissertação de Mestrado – Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências Exatas, Maringá, 2009.

LEITE, R. F. Dimensões da alfabetização científica na formação inicial de professores de química. 2015. Tese de Doutorado – Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências Exatas, Maringá, 2015.

LEITE, R. F. e RODRIGUES, M. A. Abordagem de temas sociocientíficos na formação inicial de professores de química. In: Anais do II Congresso Internacional de Educação em Ciências, 15 anos do Journal of Science Education, 2014. v. 15. p. 208-208.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: Abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MILLER, J. D. Scientific literacy: a conceptual and empirical review. Daedalus: Journal of the American Academy of Arts and Sciences, v. 112, n. 12, p. 29-48, 1983.

MORAES, R. e GALIAZZI, M.C.. Análise textual discursiva. Ijuí, RS: Ed. Unijuí, 2013.

ROSSI, A.V. e FERREIRA, L. H. A expansão de espaços para formação de professores de química: atividades de ensino, pesquisa e extensão a partir da Licenciatura em Química. In: ROSA, M. I. P. e ROSSI, A. V. (Org.). Educação química no Brasil: memórias, política e tendências. Campinas, SP: Átomo, 2008. p. 127-142.

SANTOS, W. L. P. Educação científica na perspectiva de letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 12, n. 36, p. 474-492, 2007.

SANTOS, W. L. P; MORTIMER, E. F. Abordagem de aspectos sociocientíficos em aulas de ciências: possibilidades e limitações. Investigações em Ensino de Ciências, v. 2, 191-218, 2009.

SASSERON, L.e CARVALHO, A.M.P. de. Alfabetização científica: uma revisão bibliográfica. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 59-77, 2011.

SATO, Michèle. Debatendo os desafios da educação ambiental. In: I Congresso de Educação Ambiental Pró Mar de Dentro. Rio Grande: Mestrado em Educação Ambiental, Furg& Pró Mar de Dentro, 17-21/maio/2001.

Publicado
2018-06-28
Como Citar
LEITE, R. F.; RODRIGUES, M. A. Aspectos sociocientíficos e a questão ambiental: uma dimensão da alfabetização científica na formação de professores de Química. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 3, p. 38-53, 28 jun. 2018.
Seção
Artigos Gerais