A questão da sustentabilidade ambiental no ensino de Química

  • Fernando Martins Ayres Universidade Cruzeiro do Sul
  • Carmem Lúcia Costa Amaral Universidade Cruzeiro do Sul
Palavras-chave: Sustentabilidade, Química Sustentável, Ensino de Química

Resumo

Embora sustentabilidade ambiental seja um conceito bastante discutido na literatura, torna-se cada vez mais evidente o avanço da degradação ambiental, juntamente com o consumo excessivo de recursos naturais por consequência do comportamento humano. A Química aplicada de forma inconsequente, geralmente é uma das causadoras da degradação ambiental, mas, ao mesmo tempo, quando utilizada de forma responsável, pode ser uma solução, ou seja, pode ser uma aliada à sustentabilidade ambiental. Pensando na importância desse tema, foi realizada uma revisão da literatura com o objetivo de investigar como a sustentabilidade ambiental está sendo discutida no ensino química, principalmente no ensino superior. Para isso realizamos uma busca na web por Instituições de Ensino Superior (IES) que ofereciam cursos de química nas regiões sudeste e sul do país. Selecionamos as públicas federais e estaduais mais antigas. Em algumas IES entramos em seus sites com o objetivo de verificar se essas ofereciam alguma disciplina relacionada ao meio ambiente e/ou desenvolviam em seus campi alguma ação de gerenciamento de resíduos químicos. Os resultados dessa revisão apontam que a sustentabilidade ambiental é uma das preocupações dos professores e pesquisadores que lecionam nos cursos de química de IES públicas federais e estaduais dessas regiões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOFF. L. Sustentabilidade: o que é, o que não é. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012. BRANCO, S. M. O Meio Ambiente em Debate. São Paulo: Moderna, 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. RESOLUÇÃO Nº 2, DE 15 DE JUNHO DE 2012. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=10988- rcp002-12-pdf&category_slug=maio-2012-pdf&Itemid=30192. Acesso:11/2015.

CARVALHO, S.A. A definição ampliada e integrada de sustentabilidade. 2015. Disponível em: http://emporiododireito.com.br/a-definicao-ampliada-e-integrada-de- sustentabilidade-por-sonia-aparecida-de-carvalho/. Acesso: 11/2015.

MACHADO, A. A. S. C. Química e Desenvolvimento Sustentável - QV, QUIVES, QUISUS, Química, Bol. Soc. Port. de Quim., Boletin n.95, 59-67, 2004.

MARTINS, F.; AMARAL, C.L.C. Diagnóstico da Disciplina Química Ambiental nos Cursos de Graduação em Química do Estado de São Paulo. Pesquisa em Educação Ambiental, 2015 (no prelo).

MENDES, J.M.G. Dimensões da Sustentabilidade. Revista das Faculdades Santa Cruz, v. 7, n. 2, p.49-59, 2009.

NEUMANN, F. et al., Química Verde. Química Nova, v. 28, n. 1, p.103-110, 2005.

NUDELMAN, N. E. S. A Química Sustentável. Revista de Química Industrial, n.727, p.16- 19, 2010.

OLIVEIRA, L. P. S.; MARINHO, M. E.; FUMAGALI, E.O., E. Nanowastes Riscos para Saúde Humana e Meio Ambiente: Diálogos entre o Princípio da Precaução e a Sociedade de Risco. Araucária. Revista Iberoamericana de Filosofía, Política y Humanidades, v. 17, n. 33, p.183-209, 2015.

RIBEIRO, B.; BOTELHO, E. C.; COSTA, M. L. Estudo das Propriedades Elétricas e Térmicas de Compósitos Nanoestruturados de Poli (Sulfeto de Fenileno) Reforçados com Nanotubos de Carbono. Polímeros, v. 25, n. 1, p. 94-100, 2015.

SHANGHI, R., SINGH, V., SHARMA, S.K. Environmental and the Role of Green Chemistry. In: SANGHI, R.; SINGH, V. Green Chemistry for Environmental Remediation. Willey. 2012.

SNYDERS, G. A Alegria na Escola. São Paulo: Manole LTDA, 1988.

SOUZA, I.B.B. Práticas de Sustentabilidade: um convite à reflexão, conscientização e preservação ambiental. Caderno Meio Ambiente e Sustentabilidade, v.2 n.2, p. 72-82, 2013.

TORRESI, S. I. C.; PARDINI, V. L.; FERREIRA, V. F. Química Sustentável. Quím. Nova, v.33 n.7, p.1433-1433, 2010.

VAZ, C.R. et al. Sistema de Gestão Ambiental em Instituições de Ensino Superior: uma revisão. GEPROS, Gestão de Produção, Operações e Sistemas, ano 5, n.3, p.45-58, 2010.

VIEIRA, P. F. V.; WEBER, J. Gestão de Recursos Naturais Renováveis e Desenvolvimento: novos desafios para pesquisa ambiental. São Paulo: Cortez, 2002.

ZANDONAI, D. P. et al., Química Verde e Formação de Profissionais do Campo da Química: relato de uma experiência didática para além do laboratório de ensino. Rev. Virtual Quim., v.6, n.1 p.73-84, 2014.

WALTER, M.K.C. Mudanças Climáticas: uma verdade inconveniente. Revista Multiciência n. 8, p.169 -172, 2007.

Como Citar
AYRES, F. M.; AMARAL, C. L. C. A questão da sustentabilidade ambiental no ensino de Química. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 7, n. 5, p. 01-11, 11.
Seção
Artigos Gerais