Teoria e prática no âmbito do ensino médio: análise de casos no Piauí e Ceará para o Ensino de Biologia

  • Polyanna Milany Santos Pimentel Instituto Federal do Piauí
  • Marcos Vinícius Pereira Oliveira Universidade Federal do Ceará
  • Emanoela Moreira Maciel Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí
Palavras-chave: Teoria, Prática, Novas Metodologias, Ensino de Biologia, Ensino Médio

Resumo

Neste artigo analisamos como os professores de Biologia da rede pública estadual estão em efetiva ação conciliando teoria e prática no contexto do ensino médio, considerando a realidade de duas escolas: Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Figueiredo Correia em Fortaleza, no Ceará, e a Unidade Escolar Gabriel Ferreira em Teresina, no Piauí.  A pesquisa é fruto de observações e experiências em estágios durante a graduação que nos levaram a questionar o processo de ensino-aprendizagem dos discentes em relação à teoria aliada a prática. Utilizamos uma abordagem predominantemente qualitativa, mas tendo a perspectiva quantitativa como suporte essencial para análise dos dados. Constatou-se que a teoria aliada à prática no ensino de Biologia ainda é deficiente nas escolas estudadas, inclusive, um importante fator identificado refere-se a ausências e deficiências, na formação continuada dos professores no sentido da capacitação destes para transmissão de um ensino de qualidade, em interconexão entre duas perspectivas: teórico-conceitual e a prática, ligada ao cotidiano. Nesse sentido, o uso de novas metodologias mostra-se como um caminho possível nesta direção, além da possibilidade de maior contextualização e interdisciplinaridade de fato, para o ensino de biologia no âmbito do Ensino Médio.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Polyanna Milany Santos Pimentel, Instituto Federal do Piauí

Graduação em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI.

Marcos Vinícius Pereira Oliveira, Universidade Federal do Ceará

Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Piauí, Mestre em Antropologia e Arqueologia pela Universidade Federal do Piauí. Doutorando em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará.

Emanoela Moreira Maciel, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

Possui graduação em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Estadual do Piauí (2002). É especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Faculdade Santo Agostinho , Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Paiuí (UFPI). É professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí. Tem experiência na área de Educação, com ênfase na Formação de professores e Psicologia da Educação.

Referências

APPOLINÁRIO, F. Introdução à Análise Qualitativa de Dados. In: Metodologia Científica. Filosofia e Prática da Pesquisa. São Paulo: Thomson Learning, p. 136–184, 2006.

BRASIL, Secretária de Educação média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 2000.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação (CNE). Resolução n. 2, de 30 de janeiro de 2012. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília, DF, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC), Secretária de Educação Básica (SEB), Departamento de Políticas do Ensino Médio (DPEM). Orientações Curriculares Para o Ensino Médio: MEC/ SEB, 2006.

BUENO, R. S. M; KOVALICZN, R. A. O Ensino de Ciências e as Dificuldades das Atividades Experimentais. Artigos relacionados. Secretaria da Educação. Paraná – 2008. Disponível em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/23-4.pdf>. Acesso em: 11 fev. 2015.

CARLOS, J. G. Interdisciplinaridade no Ensino Médio: Desafios e Potencialidades. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Ensino de Ciências). Universidade de Brasília, 2006.

CHAGAS, A. T. R. O Questionário na Pesquisa Científica. USP, 2000. Disponível em: <http://www.fecap.br/adm_online/art11/anival.htm>. Acesso em: 15 fev. 2015.

FORTES, C. C. Interdisciplinaridade: Origem, Conceito e Valor. Artigos relacionados. Revista acadêmica SENAC on-line. UFSM, 2009.

GOLDENBERG, M. A Arte de Pesquisar. Rio de Janeiro: Record, 2001.

GONZAGA, P. C. et al. A Prática de Ensino de Biologia em Escolas Públicas: Perspectivas na Visão de Alunos e Professores. XVI ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino – UNICAMPI – Campinas – 2012, 10 p. Disponível em: <http://www.infoteca.inf.br/endipe/smarty/templates/arquivos_template/upload_arquivos/ace rvo/docs/2600p.pdf>. Acesso em: 11 fev. 2015.

IMBERNÓN, F. A Profissão docente Diante dos Desafios da Chamada Sociedade Globalizada, do Conhecimento ou da Informatização. In: Formação Docente e Profissional: Formar-se para a mudança e a incerteza/ Francisco Imbernón; [tradução Silvana Cobucci Leite], 8. ed., São Paulo: Cortez, p. 38–44, 2010. (Coleção questões da nossa época; v. 14).

KOVALICZN, R. A. O Professor de Ciências e Biologia Frente as Parasitoses Comuns e Escolares. Dissertação (Mestrado em Educação). UEPG, 1999.

MARTINS JUNIOR, J. Instrumentos de coleta de Dados. In: Como Escrever Trabalhos de Conclusão de Curso: Instruções para planejar e montar, desenvolver, concluir, redigir e apresentar trabalhos monográficos e artigos/ Joaquim Martins Junior, 4. ed., Petrópolis, RJ: Vozes, p. 195–220, 2010.

OLIVEIRA, V. H. M; DANTAS, L. P. A. Biologia em Verso e Prosa: Ensinando através de Cordéis. Artigo (Trabalho de Conclusão de Curso). IFPI, 2014.

PAGLIARINE, D. S. et al. Revitalização do Laboratório de Biologia da Escola Estadual de Ensino Médio Cilon Rosa. VI Encontro Regional Sul de Ensino de Biologia, XVI Semana Acadêmica de Ciências Biológicas, URI – Santo Ângelo, Rio Grande do Sul, 22 a 24 de maio de 2013.

REZENDE, R. C. S; SILVA, M. A. D. Diagnóstico do ensino de biologia em escolas públicas de Ilhéus e Itabuna (BA). In. XIII Seminário de Iniciação Científica e 9ª Semana de pesquisa e Pós-Graduação da UESC Ciências Humanas, 2007. Disponível em: <http://www.uesc.br/seminarioic/sistema/resumos/2007262.pdf>. Acesso em: 16 fev. 2015.

SILVA, F. S. S. et al. Dificuldades dos Professores de Biologia em Ministrar Aulas Práticas em Escolas Públicas e Privadas do Município de Imperatriz (MA). Artigos relacionados (Educação, Políticas Públicas e Sociedade). UNI, 2013. Disponível em: <https://scholar.google.com.br/scholar>. Acesso em: 12 fev. 2015.

TEIXEIRA, L. C. R. S; OLIVEIRA, A. M. A Relação Teoria-Prática na Formação do Educador e Seu Significado para a Prática Pedagógica do Professor de Biologia. UFMG, 2008.

ZAMUNARO, A. N. B. R. A Prática de Ensino de Ciências e Biologia e Seu Papel na Formação de Professores. Bauru: Universidade Estadual Paulista, 2006. Dissertação (Tese de Doutorado em Educação Para a Ciência). Disponível em: <http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/Ciencias/Teses/ tesezamunaro.pdf>. Acesso em: 13 fev. 2015.

Publicado
2017-09-28
Como Citar
PIMENTEL, P. M. S.; OLIVEIRA, M. V. P.; MACIEL, E. M. Teoria e prática no âmbito do ensino médio: análise de casos no Piauí e Ceará para o Ensino de Biologia. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 8, n. 3, p. 158-173, 28 set. 2017.
Seção
Artigos Gerais