A produção do conhecimento matemático: uma abordagem gráfica para a função composta

Autores

  • Sandra Malta Barbosa Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.26843/rencima.v3i1.100

Palavras-chave:

Educação Matemática, Seres-humanos-com-mídia, Função Composta, Tecnologias da Informação e Comunicação

Resumo

Este artigo apresenta um recorte de uma pesquisa de doutorado com base na noção de coletivo pensante seres humanos-com-mídias, cujo objetivo era responder à pergunta diretriz: Como o coletivo, formado por alunos-com tecnologias, produz o conhecimento acerca de função composta e regra da cadeia, a partir de uma abordagem gráfica? Para tanto, é descrito um episódio, obtido de experimentos de ensino, que apresenta subsídios para responder parte da pergunta. Tal episódio indica que a produção do conhecimento matemático, dos alunos envolvidos, acerca de função composta, ocorreu por meio de elaborações de conjecturas formuladas durante o processo de visualização. Esse processo é potencializado pelas Tecnologias de Informação e Comunicação, levando-se em consideração o entrelaçamento das representações múltiplas e um coletivo pensante seres-humanos-com-mídias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES-MAZZOTTI, A. J. O método nas ciências sociais. In: ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2.ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 1999. Parte II, p. 107-188.

ARAÚJO, J. L.; BORBA, M. C. Construindo pesquisas coletivamente em educação matemática. In: BORBA, M. C.; ARAÚJO, J. L. (Org.) Pesquisa qualitativa em educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2004. Cap.1, p.25-45. 120 p. (Coleção Tendências em Educação Matemática).

BARBOSA, S. M. Tecnologias da Informação e Comunicação, Função Composta e Regra da Cadeia. 2009. 199 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2009.

BORBA, M.; CONFREY, J. A student's construction of transformations of functions in a multiple representational environment. Educational Studies in Mathematics, Dordrecht, v.31, n.3, p.319-337, 1996.

BORBA, M. C.; VILLARREAL, M. E. Humans-with-media and the reorganization of mathematical thinking: information and communication technologies, modeling, experimentation and visualization. New York: Springer, 2005. 232 p. (Mathematics Education Library, 39).

FREUDENTHAL, H. Mathematics as an educational task. Dordrecht: D. Reidel Publishing Company, 1973.

GUZMÁN, M. The role of visualization in the teaching and learning of mathematical analysis. In: International Conference on the Teaching of Mathematics at the Undergraduate Level, 2., 2002, Hersonissos. Proceedings of 2nd International Conference on the Teaching of Mathematics at the Undergraduate Level. Hersonissos: University of Crete, 2002. p.1-24. Disponível em: <http://www.math.uoc.gr/~ictm2/>. Acesso em: 9 mai. 2007.

LÉVY, P. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Tradução de C. I. Costa. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993. 208 p. (Coleção Trans).

LINCOLN, Y. S.; GUBA, E. G. Naturalistic inquiry. California: Sage Publications, 1985.

MORAN, J. M. Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias audiovisuais e telemáticas. In: MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 12.ed. Campinas: Papirus, 2006. Cap.1, p.11-65. 173 p. (Coleção Papirus Educação).

MORAN, J. M. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. Campinas: Papirus, 2007. 174 p. (Coleção Papirus Educação).

STEFFE, L. P.; THOMPSON, P. W. Teaching experiment methodology: underlying principles and essential elements. In: LESH, R.; KELLY, A. E. Research Design in Mathematics and Science Education. Hillsdale: Erlbaum, 2000. p.267-307.

STEINBRING, H. The construction of new mathematical knowledge in classroom interaction: an epistemological perspective. Dordrecht: Springer, 2005. 236 p. (Mathematics Education Library, 38).

TIKHOMIROV, O. K. The psychological consequences of computerization. In: WERTSCH, J. V. (Ed.) The concept of activity in sovietc psychology. New York: M. E. Sharpe, 1981. p.256-278.

VILLARREAL, M. E. O pensamento matemático de estudantes universitários de cálculo e tecnologias informáticas. 1999. 402 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 1999.

Downloads

Publicado

2012-01-01

Como Citar

BARBOSA, S. M. A produção do conhecimento matemático: uma abordagem gráfica para a função composta. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 68–82, 2012. DOI: 10.26843/rencima.v3i1.100. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/100. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos