O ensino de Ciências por Investigação na formação continuada de professores dos anos iniciais um olhar para as pesquisas da área

Palavras-chave: Investigação-Ação, Práticas Investigativas, Reflexão Crítica

Resumo

A temática deste trabalho é o Ensino de Ciências por Investigação na formação continuada de professores dos anos iniciais. O objetivo consistiu em identificar, nas pesquisas que tratam da formação continuada de professores que atuam nos anos iniciais, aspectos do Ensino de Ciências por Investigação. Para isso, realizou-se uma busca em teses e dissertações que estão publicadas no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia.  O processo analítico foi de cunho qualitativo e os dados foram construídos por meio da Análise Textual Discursiva, a qual originou 150 unidades de sentido, das quais emergiram 8 categorias iniciais, 4 categorias intermediárias e uma categoria final. O metatexto indica a inserção do Ensino de Ciências por Investigação como uma necessidade formativa por oportunizar mudanças na prática docente, e aponta o movimento coletivo e reflexivo como modo de potencializar ao professor a compreensão e o planejamento da sua prática. Com os resultados construídos, apresentamos aproximações com os movimentos de Investigação-Formação-Ação e Investigação-Formação-Ação em Ciências, os quais preconizam a participação efetiva do professor em todas as etapas da formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

ANDRADE, Guilherme Trópia Barreto de. Percursos históricos de ensinar Ciências através de atividades investigativas. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, p. 121-138, 2011.

AZEVEDO, Maria Nizete de. Mediação discursiva em aulas de Ciências, motivos e sentidos no desenvolvimento profissional docente. Orientadora: Maria Lucia Vital dos Santos Abid. 2013. 272 f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

BERVIAN, Paula Vanessa. Processo de Investigação-Formação-Ação docente: uma perspectiva de constituição do conhecimento tecnológico pedagógico do conteúdo. Orientadora: Maria Cristina Pansera de Araújo. 2019. 223 f. Tese (Doutorado em Educação nas Ciências) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ, Ijuí, 2019.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). (org.). Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. 2018

CARR, Wilfred; KEMMIS, Stephen. Teoria Crítica de la enseñanza: investigación-acción en la formación del professorado. Barcelona: Martinez Roca, 1988.

CARVALHO, Anna Maria Pessoa de. Ensino de Ciências: unindo a pesquisa e a prática. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2004.

CARVALHO, Anna Maria Pessoa de. Ensino e aprendizagem de Ciências: referenciais teóricos e dados empíricos das sequências de ensino investigativas - (SEI). In: LONGHINI, Marcos Daniel (org.). O uno e o diverso na Educação. Uberlândia: Editora da Universidade Federal de Uberlândia, 2011. cap. 18, p. 253-266.

CARVALHO, Anna Maria Pessoa de. O ensino de Ciências e a proposição de sequências de ensino investigativas. In: CARVALHO, Anna Maria Pessoa de (org.). Ensino de Ciências por Investigação: Condições para implementação em sala de aula. 5 ed. reimpressão da primeira edição de 2013. São Paulo: Cengage Learning, 2019. cap. 1, p. 1-20.

CARVALHO, Anna Maria Pessoa de; PÉREZ, Daniel Gil. Formação de Professores de Ciências. 9 ed. São Paulo: Cortez, 2009. p.120.

CONTRERAS, José. La investigación en la acción: ¿Cómo se hace?. Cuadernos de Pedagogía, Barcelona, n. 224, p.14-19, 1994a.

FAGUNDES, Suzana Margarete Kurzmann; LIMA, Valderez Marina do Rosário. Reconstruindo o Ensino de Ciências nas séries iniciais por meio da Educação Continuada dos professores. Educação, Santa Maria, v.34, n.2, p.359-372, mai/ago. 2009. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/248. Acesso em: 20 jun. 2020.

FERNANDES, Amadís Mattos. Estudo sobre o ensino de ciências por investigação: do livro didático às concepções dos professores. 2019. 130 f. Dissertação (Mestrado em Educação para a Ciência e a Matemática) - Universidade Estadual de Maringá, 2019, Maringá.

GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. Investigação-formação-ação em ciências: um caminho para reconstruir a relação entre livro didático. Editora Appris. Curitiba: Brasil, 2013.

IMBERNÓN, Francisco. Formação Continuada de Professores. Tradução: Juliana dos Santos Padilha. Porto Alegre: Artmed, 2010.

KIEREPKA, Janice Silvana Novakowski; GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. O desencadeamento do diálogo formativo pelo compartilhamento de narrativas em um contexto colaborativo de formação de professores de Ciências e Biologia. Revista electrónica de investigación en educación en ciencias, Buenos Aires, v. 12, n. 1, p. 55-67, 2007.

LIMA, Maria Emília Caixeta de Castro; MAUÉS, Ely. Uma releitura do papel da professora das séries iniciais no desenvolvimento e aprendizagem de Ciências das crianças. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 08, n. 02, p.184-198, jul. 2006.

LOBATO, Silvia Cristina da Costa. Pesquisando a própria prática em um processo de construção de conhecimentos científicos com alunos dos anos iniciais do ensino fundamental. Orientadora: Elizabeth Cardoso Gerhardt Manfredo. 2016. 132 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2016.

LORENZETTI, Leonir; DELIZOICOV, Demétrio. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Ensaio, Belo Horizonte, v. 3, n. 1, p. 45-61, 2001.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MATOS, Eliane Melo de; MESSEDER, Jorge Cardoso. Elaboração de um livro infantil com temas sociais: contribuições para Educação Científica. Areté, Manaus, v. 12, n. 26, p. 72-86, ago. 2019.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. 3. ed. Ijuí: Unijuí, 2016. 264 p.

NACARATO, Adair Mendes; MOREIRA, Kátia Gabriela. A colaboração entre professoras como prática de formação para ensinar matemática nos anos iniciais. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 28, n. 69, p. 767-791, set/dez. 2019.

RABONI, Paulo César de Almeida. Atividades práticas de Ciências Naturais na formação de professores para as séries iniciais. Orientadora: Maria José Pereira Monteiro de Almeida, 2002. 183 f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

RODRIGUES, Cristiane Santi Chaves. Ensino de Ciências por Investigação: reflexões com professores dos anos iniciais. Orientadora: Maria Aparecida Rodrigues, 2017. 165 f. Dissertação (Mestrado em Educação para a Ciência e a Matemática) - Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2017.

SASSERON, Lúcia Helena; DUSCHL, Richard Allan. Ensino de Ciências e as Práticas Epistêmicas: O papel do professor e o engajamento dos estudantes. Investigações em Ensino de Ciências, [s. l.], v. 21, n. 2, p. 52-67, 2016.

SILVA, André Coelho da. Ensino de Ciências por investigação: um levantamento em periódicos da área. REnCiMa, São Paulo, v. 11, n. 6, p. 306-329, 2020.

SILVA, Fábio Augusto Rodrigues e. O Ensino de Ciências por Investigação na Educação Superior: um ambiente para o estudo da aprendizagem científica. Orientador: Eduardo Fleury Mortimer. 2011. 328 f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.

SILVEIRA, Rosemari Monteiro Castilho Foggiatto; FABRI, Fabiane. Formação continuada para professores dos anos iniciais: enfoque Ciência, Tecnologia, Sociedade (CTS) no Ensino de Ciências. REnCiMa, São Paulo, v. 11, n. 4, p. 169-190, 2020.

VARELA, Paulo. Aprender Ciências por investigação na educação pré-escolar: exploração de uma proposta didática em contexto de formação inicial de educadores. Insignare Scientia, Chapecó, v.3, n.1, p.357-375, jan./abr. 2020.

VIGOTSKI, Lev Semyonovich. A construção do pensamento e da linguagem. Tradução Paulo Bezerra. 2 ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009. p.496.

Publicado
2021-02-17
Como Citar
DE MELO, D.; WENZEL, J. O ensino de Ciências por Investigação na formação continuada de professores dos anos iniciais um olhar para as pesquisas da área. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 1, p. 1-20, 17 fev. 2021.
Seção
Artigos Gerais