Engenharia Didática e uma investigação do processo de hibridização da Sequência de Fibonacci

Palavras-chave: Engenharia Didática, Números Híbridos, Teoria das Situações Didáticas, Sequência de Fibonacci.

Resumo

O presente artigo apresenta dados de uma pesquisa apoiada nas quatro fases da metodologia de pesquisa da Engenharia Didática, com o suporte das dialéticas da teoria de ensino da Teoria das Situações Didáticas. Com isso, tem-se o objetivo de realizar um estudo investigativo no processo de hibridização da sequência de Fibonacci e possibilitar aos alunos um raciocínio intuitivo por meio de situações de ensino. Para isso, é apresentado o conjunto dos números híbridos e a sequência de Fibonacci, com o intuito de associar esses dois conteúdos matemáticos, propondo duas situações de ensino para alunos da disciplina de História da Matemática, do curso de Licenciatura em Matemática (formação inicial de professores). Os resultados foram coletados por meio de gravações, anotações do professor, fotos e questionamentos levantados pelos alunos, sendo analisados conforme as etapas previstas na metodologia de pesquisa e ensino aplicadas. Dessa forma, com base nesses registros, foi possível revelar que, apesar das dificuldades enfrentadas, os alunos puderam construir o seu próprio conhecimento. Por fim, ocorreu uma validação interna da pesquisa, comparando os resultados obtidos, com os esperados. Salienta-se que esta pesquisa é um recorte de dissertação do Mestrado Acadêmico em Ensino de Ciências e Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMOULOUD, S. A. Fundamentos da didática da matemática. Curitiba: UFPR, 2007.

ALMOULOUD, S. A.; SILVA, M. J. Engenharia didática: evolução e diversidade. Revemat: Revista Eletrônica de Educação Matemática, p. 22-52, 2012.

ALVES, F. R. Engenharia Didática para a generalização da sequência de Fibonacci: uma experiência num curso de licenciatura. Educação Matemática Pesquisa, v. 18, n. 1, p. 61-93, 2016.

ALVES, F. R. Engenharia Didática para o Ensino de Variável Complexa: Visualização de Conceitos Relacionados ao Processo Matemática de Integração. Alexandria-Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 11, n. 2, p. 3-29, 2018.

ARTIGUE, M. Ingeniería didáctica en educación matemática. Un esquema para la investigación y la innovación en la enseñanza y el aprendizaje de las matemáticas. Bogotá: una empresa docente & Grupo Editorial Iberoamérica, 1995.

ARTIGUE, M. Perspectives on Design Research: The Case of Didactical Engineering. In: A. Bikner-Ahsbahs; C. Knipping (Eds.). Approaches to Qualitative Research in Mathematics Education Examples of Methodology and Methods. New York London: Springer Dordrecht Heidelberg, p. 467-496, 2015.

BARQUERO, B.; BOSCH, M. Didactic Engineering as a Research Methodology: From Fundamental Situations to Study and Research Paths. In: Watson, A.; Ohtani, Minoru. Task Design In Mathematics Education. ICMI study 22, New York: Springer, p. 251-270, 2015.

BOYER, C. B. História da Matemática. Tradução de Elza F. Gomide. São Paulo: Edgard Blucher, 1974.

BROUSSEAU, B. A. Fibonacci Numbers and Geometry. The Fibonacci Quartely, v. 10, n. 3, p. 249-255, 1972.

BROUSSEAU, G. Ingéniere didactique. D’un problème à l’étude à priori d’une situation didactique. Deuxième École d’Été de Didactique des mathématiques, Olivet, 1982.

BROUSSEAU, G. Theory of Didactical Situationsin Mathematics Didactique de Mathématiques, 1970–1990. Mathematics Education Library, v. 19, 2002.

BUENO, R. W. da S.; VIALI, L. O cálculo e os três mundos da Matemática: um estado do conhecimento. Revista Dynamis, v. 25, n. 2, p. 39-55, 2019.

CARNEIRO, V. C. Engenharia didática: um referencial para ação investigativa e para formação de professores de matemática. Zetetiké: Revista de Educação Matemática, p. 85-118, 2005.

CARVALHO, C. F. Números Híbridos e sua visualização no GeoGebra. Dissertação (Mestrado Profissional) - Universidade Estadual do Ceará, Centro de Ciência e Tecnologia, Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional, Fortaleza, 2019.

CATARINO, P. On k-pell hybrid numbers. Journal of Discrete Mathematical Sciences and Cryptography, p. 1-7, 2019.

CERDA-MORALES, G. Investigation of generalized hybrid bonacci numbers and their properties. arXiv preprint arXiv:1806.02231, 2018.

CHEVALLARD, Y. La Transposicion Didactica: Del saber sabio al saber enseñado. Argentina: La Pensée Sauvage, 1991.

ELOI, Q. C.; ANDRADE, V. L. Relações entre o Livro Didático e o Contrato Didático: a proposição do Contrato Didático Potencial. Educação Matemática Pesquisa, v. 22, n. 1, p. 231-252, 2020.

FIGUEROA, T. P.; ALMOULOUD, S. A. O Milieu e o Contrato Didático – Análise de uma Aula Demonstrativa do Círculo da Matemática do Brasil. Acta Scientiae, v. 20, n. 4, p. 687-706, 2018.

KOSHY, T. Fibonacci and Lucas Numbers with Applications. A Wiley-Interscience publication, 2001.

LABORDE, C. Affronter la complexité des situations didátiques d’apprentissage des mathématiques en classe: défis et tentatives. Didaskalia, v. 1, p. 97-112, 1997.

LIMA, J. R.; FERREIRA, H. Contribuições da Engenharia Didática como elemento norteador no Ensino de Física: estudando o fenômeno de Encontro de Corpos com atividades da Robótica Educacional. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 42, e20190021, 2020.

OLIVEIRA, R. R. Engenharia Didática sobre o Modelo de Complexificação da Sequência Generalizada de Fibonacci: Relações Recorrentes n-dimensionais e representações polinomiais e matriciais. Fortaleza, Ceará: Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Fortaleza, 2018.

OLIVEIRA, R. R.; ALVES, F. R. Uma Investigação dos Polinômios Bivariados e Complexos de Fibonacci Amparada na Engenharia Didática: uma Aplicação da Teoria das Situações Didáticas. Acta Scientiae, v. 21, n. 3, p. 170-193, 2019.

OZDEMIR, M. Introduction to Hybrid Numbers. Advances in Applied Clifford Algebras, v. 28, n. 11, p. 1-32, 2018.

SANTOS, A. A. Engenharia Didática sobre o estudo e ensino da fórmula de Binet como modelo de generalização e extensão da sequência de Fibonacci. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Fortaleza, 2017.

SILVA, B. A. Números de Fibonacci e números de Lucas. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Programa de Mestrado Profissional em Matemática, Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação, São Carlos, 2017.

SZYNAL-LIANA, A. The horadam hybrid numbers. Discussiones Mathematicae-General Algebra and Applications, v. 38, n. 1, p. 91-98, 2018.

SZYNAL-LIANA, A.; WLOCH, I. On Jacobsthal and Jacobsthal-Lucas Hybrid Numbers. Annales Mathematicae Silesianae, p. 276-283, 2019.

TEIXEIRA, P. J.; PASSOS, C. C. Um pouco da teoria das situações didáticas (tsd) de Guy Brousseau. Zetetiké-FE/Unicamp, v. 21, n. 39, p. 155–168, 2013.

WICHONOSKI, P.; BASSOI, T. S. Registros de representação semiótica e atividades de investigação matemática empreendidas e relatadas por professores participantes do PDE: o que se revela? Revista Dynamis, v. 25, n. 2, p. 56-76, 2019.

Publicado
2021-01-01
Como Citar
VIEIRA, R.; MANGUEIRA, M. C.; ALVES, F. R.; CATARINO, P. M. Engenharia Didática e uma investigação do processo de hibridização da Sequência de Fibonacci. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 12, n. 1, p. 1-22, 1 jan. 2021.
Seção
Artigos Gerais