A mobilização de atitudes e sentimentos de licenciandos em Química durante a elaboração de problemas

Palavras-chave: Conteúdos atitudinais, Resolução de problemas, Ensino de Química, Formação Inicial

Resumo

Experiências com a metodologia de resolução de problemas, durante a formação inicial de professores de química, podem ser importantes para a preparação docente destes profissionais, possibilitando exercerem um ensino de química próximo da realidade dos alunos, promovendo o desenvolvimento de conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais. Este estudo objetivou analisar o processo de elaboração de problemas por licenciandos em química, atentando para os sentimentos e a mobilização de atitudes durante a elaboração do problema. Os sentimentos foram identificados através de depoimentos e submetidos a análise narrativa por meio da composicionalidade hermenêutica, para definição de categorias de sentimentos. A mobilização de atitudes foi analisada a partir da elaboração dos problemas e associadas a possíveis atitudes desenvolvidas mediante a resolução. As atitudes foram categorizadas com respeito à ciência, à aprendizagem da ciência e às implicações sociais da ciência. De forma geral, os sentimentos revelaram uma satisfação no processo de elaborar problemas e os licenciandos evidenciaram diferentes atitudes nos problemas elaborados. Assim, acreditamos que o contato dos licenciandos com a metodologia de resolução de problemas, durante a graduação, pode disponibilizar intenções para uma possível aplicação desta abordagem em sua futura prática docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Ramos Alves, Universidade Federal de Pernambuco/Centro Acadêmico do Agreste
Mestranda do Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências e Matemáticada UFPE/CAA
Flávia Cristiane Vieira da Silva, Universidade Federal
Professora Adjunta do Curso de Licenciatura em Química da UFRPE/UAST.

Referências

ALVES, V. R.; SILVA, F. C. V. Tendências de pesquisa e a mobilização de conteúdos atitudinais na resolução de problemas em química. In: XII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2019, Anais... Natal: ABRAPEC, p. 1-8, 2019.

BATINGA, V. T. S.; TEIXEIRA, F. M. A abordagem de Resolução de Problemas por uma professora de química: análise de um problema sobre a combustão do álcool envolvendo o conteúdo de estequiometria. R. Bras. de Ensino de C&T, v.7, n.1, p.24-52, 2014.

BRUNER, J. A. A construção narrativa da realidade. Critical Inquiry, v. 18, n. 1, p. 1-21, 1991.

ESTEVES, E. O ensino da Física e da Química através da Aprendizagem Baseada na Resolução de Problemas: Um estudo com futuros professores sobre concepções e viabilidade. In: Congreso Internacional Aprendizaje Basado en Problemas (PBL – ABP), 2006, Anais...Lima, Perú: Pontificia Universidad Católica, 2006.

FONSECA, V. Importância das emoções na aprendizagem: uma abordagem neuropsicopedagógica, Rev. Psicopedagogia, v. 33, n. 102, p. 365-384, 2016.

FREIRE, M. S.; SILVA, M. G. L. Vivenciando a estratégia de Resolução de Problemas: Dificuldades de futuros professores de química. Educ. Quím., v.25, n.1, p.30-34, 2014.

LEITE, L.; AFONSO, A. Aprendizagem Baseada na Resolução de Problemas.

Características, organização e supervisão. Boletín das Ciencias, v.16, n.48, 2001, p.253-260.

LIMA; M. V. S.; SIMÕES NETO, J. E.; SILVA, F. C. V. Concepções de uma professora de ciências sobre o uso de situações-problema. REnCiMa, v.8, n.2, p.14-27, 2017.

MARCUSCHI, L. A. Análise da conversação, 1. ed., São Paulo: Ática, 1986.

MORGADO, S.; LEITE, L.; DOURADO, L.; FERNANDES, C.; SILVA, E. Ensino orientando para a Aprendizagem Baseada na Resolução de Problemas e Ensino Tradicional: Um estudo de caso centrado em “transformação de matéria e energia”. Revista Ensaio, v. 18, n.2, p. 73-97, 2016.

NOVAIS, R. M.; FERNANDEZ, C. Dimensão afetiva da docência: a influência das emoções na prática e na formação de professores de química. Chemical Education in Point of View, v. 1, n. 2, p. 82-96, 2017.

OLIVEIRA, R. D. V. L.; QUEIROZ, G. R. P. C. Entre conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais: os desafios e possíveis caminhos para uma formação humanizada dos(as) professores(as) de Química. In: NUNES, A. O.; DANTAS; J. M. (Org.). Educação Química & Licenciatura: propostas e reflexões, 1. ed., São Paulo: Livraria da Física, 2018.

PRATES JÚNIOR, M. S. L.; SIMÕES NETO, J. E. Situações-problema como estratégia didática para o ensino de modelos atômicos. R. Bras. de Ensino de C&T, v. 8, n. 2, p. 181-201, 2015.

PERALES, F. J. Resolución de Problemas, 1. ed., Madrid: Sintesis, 2000.

POZO, J. I. (Org.). A solução de problemas. Aprender a resolver, resolver para aprender, 1. ed., Porto Alegre: Artmed, 1998.

POZO, J.I.; GÓMEZ CRESPO, M. A. A aprendizagem e o ensino de Ciências: do conhecimento cotidiano ao conhecimento científico, 5 ed., Porto Alegre: Artmed, 2009.

SALES, A. M. V. M.; BATINGA, V. T. S. Sequência didática baseada na resolução de problemas para a abordagem de cinética química. Experiências em Ensino de Ciências, v. 12, n. 6, p. 201-2018, 2017.

SANTOS, F. M. T. As emoções nas interações e a aprendizagem significativa. Rev. Ensaio, v. 9, n. 2, p. 173-187, 2007.

SILVA, F. C. V.; ALMEIDA, M. A. V.; CAMPOS, A. F. O trabalho com situação-problema utilizando elementos do ensino por pesquisa: análise das impressões de futuros professores de química. REnCiMa, v.5, n.1, p.37-48, 2014.

SILVA, S. P.; CAMPOS, A. F. O ensino de ligação química por meio de situação-problema com estudantes do ensino médio. Experiências em Ensino de Ciências, v. 13, n. 5, p. 32-41, 2018.

SOARES, E. C. A.; FERNANDES, L. S.; CAMPOS, A. F. A resolução de problemas e exercícios na formação de professores de química. REDEQUIM, v. 2, n. 1, p. 41-52, 2016.

SURIF, J.; IBRAHIM, N. H.; MOKHTAR, M. Conceptual and Procedural knowledge in problem solving. Procedia Social and Behavioral Sciences, v.56, p.416-425, 2012.

TASSONI, E. C. M.; LEITE, S. A. S. Um estudo sobre emoções e sentimentos na aprendizagem escolar. Comunicações, v.18, n. 2, p. 79-91, 2011.

XAVIER, R. A.; ARRAIS, A. A. M.; GUIMARÃES, E. M.; SILVA, D. M. S.; FALCOMER, V. A. S. Conteúdos procedimentais e atitudinais no ensino de ciências: Uma revisão da literatura em publicações brasileiras (1998-2015). Revista de Educação, Ciências e Matemática, v.7, n.2, p.24-34, 2017.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar, 1.ed., Porto Alegre: Artmed, 1998.

Publicado
2020-11-20
Como Citar
ALVES, V.; DA SILVA, F. A mobilização de atitudes e sentimentos de licenciandos em Química durante a elaboração de problemas. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 7, p. 119-138, 20 nov. 2020.