Abordagens Bioéticas no Ensino de Biologia: um estudo de caso no ensino médio

  • Carla da Silva Ribeiro Núcleo de Investigação Aplicado às Ciências -NIAC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão http://orcid.org/0000-0003-1555-9088
  • Ronaldo Revejes Pedroso UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA – (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Campus de Araraquara – SP – Brasil. http://orcid.org/0000-0002-1126-3338
  • Nerilson Marques Lima Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil. http://orcid.org/0000-0001-9669-0306
  • Teresinha de Jesus Aguiar dos Santos Andrade Núcleo de Investigação Aplicado às Ciências -NIAC- Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão http://orcid.org/0000-0002-2415-9222
Palavras-chave: Educação, Conexão, Bioética, Formação Científica, Ciências

Resumo

A abordagem da bioética em sala de aula abre novos horizontes para a percepção de responsabilidades morais e éticas, através da contextualização de normas sociais e científicas. Este estudo investigou o nível de compreensão de alunos da 3ª série do ensino médio sobre os diversos conceitos de Bioética. O estudo de natureza qualitativa teve como metodologia a aplicação de questionários e a realização de uma oficina sobre “Bioética e sua abordagem no ensino de Biologia”. Observou-se uma divergência de opiniões na aproximação entre bioética e educação básica entre os alunos, alguns com visões bem definidas sobre problematizações éticas na ciência outros com deformações conceituais que atrapalham o processo de aprendizagem no ensino da ciência e da educação científica. Acredita-se que a inserção de temas para reflexões éticas e/ou bioéticas nas práticas de ensino ainda no ensino médio contribuem para a construção do saber científico-tecnológico como para a formação de cidadãos críticos e participativos, visto que, são através delas que os estudantes são ensinados a opinar, a se posicionar e argumentar com consciência e criticidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla da Silva Ribeiro, Núcleo de Investigação Aplicado às Ciências -NIAC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão
Graduada em Licenciatura em Ciências Biológicas pelo Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologias do Maranhão- Campus de São Raimundo das Mangabeiras/MA e Técnica Meio Ambiente pelo IFMA- Campus de São Raimundo das Mangabeiras/MA.
Ronaldo Revejes Pedroso, UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA – (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Campus de Araraquara – SP – Brasil.
Doutorando em Educação Escolar pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da UNESP/FCLAR. Mestre em Educação Escolar UNESP/FCLAR (2017). Graduado em Matemática pelo Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva IMES-FAFICA (2007), e em Pedagogia pela Universidade Nove de Julho UNINOVE (2012). Concluiu Pós-graduação Lato Sensu em Novas Tecnologias no Ensino da Matemática pela Universidade Federal Fluminense UFF (2012) e em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Itápolis FACITA (2013). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Infantil e Teoria Histórico-Cultural da UNESP/FCLAR. Atuou como Professor Mentor do Programa Híbrido de Mentoria, promovido pela Universidade Federal de São Carlos UFSCAR (2018). É Professor Coordenador da modalidade de Educação de Jovens e Adultos na rede municipal de ensino de Araraquara-SP
Nerilson Marques Lima, Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil.
Possui graduação em Química (Licenciatura), Mestrado em Química (Química Orgânica) e Doutorado em Química (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Química de Araraquara), tendo realizado durante o curso de doutorado estágio na The Ohio State University, OHIO-USA. Tem experiência na área de Química, com ênfase em cromatografia, instrumentação analítica (CG-FID, GC-MS, HPLC-PDA, HPLC-MS, HPLC-SPE-NMR, ICP-MS, Espectrofotometria), isolamento, elucidação estrutural, desreplicação de micromoléculas antitumorais, quimiossistemática, Bioatividade de metabólitos secundários, Perfil metabólico de plantas amazônicas, Metabolômica, Desenvolvimento de métodos cromatográficos para análise de plantas medicinais e potencial farmacológico de inibidores de protease.
Teresinha de Jesus Aguiar dos Santos Andrade, Núcleo de Investigação Aplicado às Ciências -NIAC- Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão
É doutora em Química na área de concentração Química Orgânica/ Produtos Naturais no IQ-UNESP (2014). Parte do doutorado foi realizado no Marine Biodiscovery Centre, The School of Natural and Computing Sciences- University of Aberdeen-Aberdeen (Escócia-UK). Mestre em Genética e Toxicologia Aplicada pela Universidade Luterana do Brasil (CANOAS-RS-2008). Especialista em Saneamento Ambiental pela UGF (2009-2011). Possui graduação em Bacharelado em Química com Atribuições Tecnológicas, Licenciatura em Química pela Universidade Federal do Piauí (2002-2007). Atualmente é professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão-IFMA. É consultora ad-hoc da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Maranhão (FAPEMA) e PRPGI/IFMA. Líder do grupo de pesquisa multidisciplinar Núcleo de Investigação Aplicado às Ciências -NIAC vinculado ao CNPq e certificado pelo IFMA. Pertence ao BASIS/INEP/MEC, participando ativamente em visitas de avaliação in loco de reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos de graduação. Tem experiência científica na área de fitoquímica, fitoterapia e plantas medicinais (isolamento e identificação de substâncias naturais), métodos analíticos quali e quanti, toxicologia ambiental, bioensaios, bem como em microorganimos endofíticos de algas marinhas. Domina técnicas de cromatografia em camada delgada, líquida a vácuo, flash, CLAE-DAD, CLAE-EM, interpretação de dados espectrométricos de UV, IV, MS, RMN, análises de parâmetros físico-químicos e microbiológicos de ETEs e ETAs

Referências

BRASIL, Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/conaes-comissao-nacional-de-avaliacao-da-educacao-superior/195-secretarias-112877938/seb-educacao-basica-2007048997/12598-publicacoes-sp-265002211, acesso em 23/07/2018

COSTA, M. C.; DOMINGOS, A. M.; TEODORO, V. D. Promover o ensino experimental das ciências recorrendo ao questionamento investigativo. REnCiMa, v. 9, n.5, p. 220-240, 2018. Disponível em: http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/1771, acesso em 24/07/2019.

CARVALHO, A. J. S.; OLYMPIO, N. Z.; ALLAIN, L. R. Bioética para Alunos do Ensino Médio. In: II SEMINÁRIO DE SOCIALIZAÇÃO DO PIBID, 2012, Alfenas. Anais do II Seminário de Socialização do PIBID/UNIFAL-MG. Alfenas: UNIFAL-MG, 2012. p.1-3.

DUMARESQ, M. I. A.; PRIEL, M. R.; ROSITO, M. M. B. A Educação Bioética no Ensino Fundamental: um estudo a partir da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e dos Parâmetros Curriculares Nacionais. Contrapontos, vol. 9, nº 2, p. 66-76, 2009. Disponível em: https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rc/article/view/1026, acesso em 16/07/2018.

GOERGEN, P. Educação e Valores no Mundo Contemporâneo. Educação & Sociedade, vol. 26, n. 92, p. 983-1011, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010173302005000300013&script=sci_abstract&tlng=pt, acesso em 16/07/2018

IACOMINI, Vanessa. O material genético humano: uma perspectiva do biodireito entre os direitos humanos e a exploração econômica. 2008, 146f. Dissertação (Mestrado em Direito)-Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba. 2008. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/P_PR_5c3d330499139196d5615a1fc9c1c431, acesso em 17/07/2018.

IANCU, M. Bioethical education in teaching Biology. Procedia-Social and Behavioral Sciences, vol. 127, p. 73-77, 2014. Diponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877042814023064, acesso em 16/07/2018.

KAWASAKI, C. S. Ensino de Biologia e Ética: a conexão possível. In: MARANDINO, M. et al. (org.). Ensino de Biologia: conhecimentos e valores em disputa. Niterói: Eduff, 2005, p. 76-81. Disponível em https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643580, acesso em 17/07/2018.

LUNA, N. Embriões geneticamente selecionados: os usos do Diagnóstico genético pré-implantação e o debate Antropológico sobre a condição de pessoa. Revista de Ciências Sociais, vol. 20, p. 61-79, 2004.Diponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/politicaetrabalho/article/view/6517, acesso em 18/07/2018.

MESSIAS, T. H.; ANJOS, M. F.; ROSITO, M. M. B. Bioética e Educação no Ensino Médio. Bioɛthikos, vol. 1. nº 2, p. 96-102, 2007.

MIRANDA, F. N.; TONINI, A. M. Estratégias Pedagógicas de Ensino- Aprendizagem nos Cursos Técnicos do CEFET-MG na Modalidade a Distância. In: V Seminário Internacional de Educação a Distância-CAED- UFMG. 2013, Belo Horizonte. Anais do V Seminário Internacional de Educação a Distância. Belo Horizonte. UFMG, 2013, p 5.

OLIVEIRA, Ubiramar de Jesus. Análise Sobre a Importância da Abordagem de Bioética nas Series do Ensino Fundamental, Médio e EJA pelos Professores da Rede Pública de Ensino do Distrito Federal. Brasília: Consórcio Setentrional de 59 Educação a Distância, Universidade de Brasília, Universidade Estadual de Goiás, 2011.

PEZARINI, A. R.; MACIE, M. D. O ensino de ciências pautado nos vieses cts e das questões sociocientíficas para a construção da argumentação: um olhar para as pesquisas no contexto brasileiro. REnCiMa, v. 9, n.5, p. 169-188, 2018. Diposnível em: http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/1821, acesso em 02/02/2019.

RAZERA, J. C. C.; NARDI, R. Ética no ensino de ciências: responsabilidades e compromissos com a evolução moral da criança nas discussões de assuntos controvertidos. Investigações em Ensino de Ciências, vol. 11, nº1, p. 53-66, 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_nlinks&ref=000116&pid=S1516-7313201000020001300015&lng=es, acesso em 17/07/2018.

RIBAS, C. P.; UHMANN, R. I. M. Aulas Práticas/Teóricas em Ciências: uma memória reflexiva na formação docente. In: VI Encontro Regional Sul de Ensino de Biologia (EREBIO-SUL), 2013, Santo Ângelo. Anais do VI Encontro Regional Sul de Ensino de Biologia, Santo Ângelo: 2013.

SAVIANI, D. Ética, Educação e Cidadania. Revista Nº. 15, vol 1, p. 1-10, 2001.

SCHEID, N. M. J. A Necessária Conexão entre Biologia e Ética para a Educação Científica no Século XXI. In: FÓRUM INTERNACIONAL INTEGRADO DE CIDADANIA, EDUCAÇÃO, CULTURA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE, 2006. Anais do Fórum Internacional Integrado de Cidadania, Educação, Cultura, Saúde e Meio Ambiente. Santo Ângelo-RS, 2006.

SILVA, Paulo Fraga. Bioética e Valores - um estudo sobre s formação de professores de Ciência e Biologia. 2008. 215f. Tese (Doutorado em Educação)- Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo- São Paulo, 2008.

SILVA, Paulo Fraga; KRASILCHIK, Myriam. Bioética e ensino de ciências: O tratamento de temas controversos – Dificuldades apresentadas por futuros Professores de ciências e de biologia. Ciência Educação, vol. 19, n. 2, p. 379-392, 2013.Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1516-73132013000200010&lng=en&nrm=iso&tlng=pt, acesso em 17/07/2018.

______. SILVA, Paulo Fraga; Formação em Bioética: Proposta para uma Educação em Valores. Revista Pandora Brasil - Nº 28, vol. - ISSN 2175-3318 - Mar 2011.

VAZ, Sofia A. Guedes; DELFINO, Ângela. Manual de ética ambiental. 1ª ed. Lisboa: Ed Universidade Aberta, 2010. 249 p.

ZANCANARO, L. Bioética e Educação: um novo desafio para a escola. In: PESSINI, L.; BARCHIFONTAINE, Christian de Paul. (Org.). Bioética Longevidade humana. 1ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 2006, v. 1, p. 161-176.

Publicado
2020-10-18
Como Citar
RIBEIRO, C.; PEDROSO, R.; LIMA, N.; DOS SANTOS ANDRADE, T. DE J. Abordagens Bioéticas no Ensino de Biologia: um estudo de caso no ensino médio. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 6, p. 114-131, 18 out. 2020.
Seção
Artigos Gerais