A COMUNICAÇÃO MATEMÁTICA EM UMA TAREFA EXPLORATÓRIA-INVESTIGATIVA: UMA PROPOSTA MEDIANTE A TAXA DE METABOLISMO BASAL

Benedito Edson Cardoso Machado, Alan Gonçalves Lacerda

Resumo


Neste artigo pretende-se analisar como a comunicação na sala de aula de matemática em uma tarefa exploratório-investigativa pode fomentar no processo de ensino e de aprendizagem. Utilizamos as perspectivas de alguns autores, tais como: Ponte (2000; 2003; 2014); Menezes (1999); Alro e Skovsmose (2010); Martinho (2007); Guerreiro (2015) para a realização da tarefa. A tarefa exploratória-investigativa foi realizada com doze alunos do 8° ano do ensino fundamental maior de uma escola do município de Breves-PA. O estudo proporcionou aos alunos a explorarem seus conhecimentos matemáticos para calcular quantas calorias que gastavam por dia por meio da Taxa de Metabolismo Basal (TMB). Posteriormente, foram levados a exporem os seus resultados perante a turma e desafiados constantemente através de perguntas. Durante a tarefa buscamos identificar as perguntas que podem contribuir para o processo de ensino e aprendizagem mediante a proposta do TMB. Os resultados mostraram que mesmo com a falta de recursos, a comunicação na aula de matemática é uma importante ferramenta de ensino e de aprendizagem dos estudos das calorias e na interação entre professor-aluno e aluno-aluno e estes, formularam perguntas, encontraram novos significados e construíram novas conjecturas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26843/rencima.v11i4.2469

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2179-426X

Principais Indexadores e Banco de Dados 

   4fscprrsdbplgx1korycxmt8hz22jwbgfztn2wy3tm8yqmxkqtam7cpmcsaml9ttq_400      base_sumarios-org_696      logo-oei_400      latindex_376 diadorimq_600

 

Licença Creative Commons
A REnCiMa está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional