A educação num ritmo diferente de aprendizagem e interação – o papel do docente como facilitador na educação à distância em um curso superior de tecnologia

Palavras-chave: Educação, Tecnologia de Informação, Ensino a Distância, Docente

Resumo

Este artigo trata da educação a distância, da mediação e o papel do professor neste tipo de curso. A educação a distância requer um ritmo diferente da educação presencial, e alunos e educadores deste novo processo, aprendem a interagir por diferentes meios, em diferentes condições. Neste contexto, o objetivo deste artigo é o de descrever o papel do professor na educação a distância, levantando como problema, qual o papel do docente como facilitador no processo de ensino e aprendizagem no curso superior tecnológico a distância em uma Universidade localizada na região da grande São Paulo. Para desenvolvimento deste artigo é apresentada uma pesquisa de campo com cinquenta professores que ministram aulas em um curso superior de tecnologia a distância da instituição de ensino estudada, além da fundamentação teórica que suporta o desenvolvimento deste trabalho. A conclusão e os resultados obtidos são de que o papel do professor no curso à distância é o de apoiar o aluno a aprender, criar condições para que ele adquira informações de forma autônoma, e organizar estratégias para que este conheça e construa seu próprio conhecimento, ou seja, o docente no curso superior tecnológico à distância contribui tanto para que o discente amplie seus conhecimentos teóricos, quanto sua bagagem para a formação do profissional.

Biografia do Autor

Marcelo Eloy Fernandes, Universidade Cruzeiro do Sul
Doutor em Engenharia de Produçao Professor da Fatec Barueri e da Universidade Nove de Julho
Juliano Schimiguel, Universidade Cruzeiro do Sul
Professor do programa de mestrado e doutorado em ensino de ciencias e matemática.
Marcio André Pereira, Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Professor na Fatec Barueri.Doutorando Educação, Arte e História da Cultura da Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Ingrid Hötte Ambrogi, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Professora do Programa de Doutorado em Educação, Arte e História da Cultura da Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Marcelo Tsuguio Okano, Centro Paula Souza
Professor do Programa de Mestrado Profissional em Gestão e Tecnologia em Sistemas Produtivos.

Referências

ABRAEAD. Anuário Brasileiro Estatístico de Educação Aberta e a Distância, 2008. São Paulo: Instituto Monitor, 2008.

Araujo, Maria Dalva de Oliveira; Carvalho, Ana Beatriz Gomes. O sociointeracionismo no contexto da EAD: a experiência da UFRN. In: Sousa, Robson Pequeno de et al. (org.)Tecnologias digitais na educação. Campina Grande: EDUEPB, 2011.

Avancini, Marta; Conte, Fabiano; Gouveia, Flávia. Pierre Lévy: Um dos mais conhecidos pensadores da cibercultura, o filósofo Pierre Lévy falou sobre conhecimento e interação com as tecnologia de informação e comunicação, em entrevista coletiva no Auditório da Coordenadoria de Tecnologia da Informação da USP. ComCiência, Campinas, n. 131, 2011 . disponível em

<http://comciencia.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519- 76542011000700013&lng=en&nrm=iso>. Accessado em 17/04/2019.

Azzi, Sandra. Avaliação de desempenho do aluno na EAD. In: Secretaria de Educação a Distância. Integração das tecnologias na educação. Brasília: Ministério da Educação, Seed, 2005.

Barbosa, Jânia do Valle. Do giz ao mouse – a informática no processo ensino- aprendizagem. In: Colombo, Sonia Simões. Gestão educacional: uma nova visão. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Bardin, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

Batista, Emerson de Oliveira. Sistemas de informação: o uso consciente da tecnologia para o gerenciamento. São Paulo: Saraiva, 2005.

Bezerra, Mayam de Andrade; Carvalho, Ana Beatriz Gomes. Tutoria: concepções e práticas na educação a distância. In: SOUSA, Robson Pequeno de; Moita, Filomena da

M. C da S. C; Carvalho, Ana Beatriz Gomes (org.) Tecnologias digitais na educação. Campina Grande: EDUEPB, 2011.

Bisol, Claudia Alquati. Ciberespaço: terceiro elemento na relação ensinante/aprendente.In: Valentini, Carla Beatris; Soares, Eliana Maria do Sacramento (org.). Aprendizagem em ambientes virtuais [recurso eletrônico]: compartilhando ideias e construindo cenários. Caxias do Sul, RS: Educs, 2010.

Brasil – Ministério Da Educação E Cultura. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. MEC/CFE. 3ª Ed. Rio de Janeiro, marços de 1962.

Brasil – Ministério da Educação e Do Desporto Cultura. Lei nº 9.394/96 de 20/12/1996. Estabelece ass Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Imprensa Nacional, Brasília, Diário Oficial da União, Seção I, 23/12/1996.

Cavallari, Mônica Regina. "Tecnologias, educação e a interação no ambiente virtual.," Anais do IV Encontro de Pesquisa Discente do Programa de Pós Graduação em Educação da UNINOVE, , acessado em http://www. http://www.uninove.br/marketing/viii_coloquio/pdfs/completos/Cavallari_Monica_Regina.pd f, acessado em 30/04/2019.

Cervo, Arnaldo Luiz et al. Metodologia científica. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.

Chizzotti, A. 2001. Metodologia do ensino superior: o ensino com pesquisa. In: S.

Castanho e M. E. Castanho (orgs.), Temas e textos em Metodologia do Ensino Superior. São Paulo, Papirus.

Cruz, Tadeu. Sistemas de Informações Gerenciais – Tecnologia da Informação e a Empresa do Século XXI. São Paulo: Atlas, 2000.

Faria, Elísio Vieira de. A tecnologia da informação e da comunicação como ferramenta para a construção e democratização do conhecimento. In: Scientia FAER, Olímpia - SP, Ano 1, Volume 1, 2º Semestre. 2009.

Freitag, Barbara. Escola, estado e sociedade. São Paulo: Moraes, 1986. Gadotti, Moacir. Concepção dialética da educação. São Paulo: Cortez, 2010 Ghiraldelli Junior, P. História da Educação. São Paulo: Cortez, 2003.

Gil, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

Giolo, Jaime. A educação a distância e a formação de professores. In: Educ. Soc., Campinas, vol. 29, n. 105, p. 1211-1234, set./dez. 2008

Haidar, Maria de Lourdes Mariotto; Tanuri, Leonor Maria. A Educação Básica no Brasil: dos primórdios até a primeira lei de diretrizes e bases. In. Estrutura e Funcionamento da Educação Básica. São Paulo: Pioneira, 1998.

Maia, Marta de Campos; Meirelles, Fernando de Souza. As tecnologias de informação e comunicação aplicadas na educação a distância no ensino superior no Brasil. In: Albertin, Alberto Luiz; Moura, Rosa Maria de. Tecnologia de informação. São Paulo: Atlas. 2004.

Moreira, Roberto. A estrutura didática da educação básica. In. Estrutura e Funcionamento da Educação Básica. São Paulo: Pioneira, 1998.

Moura, Rosa Maria de; Albertin, Alberto Luis. Benefícios da Tecnologia de Informação no desempenho organizacional. Tecnologia de Informação. São Paulo: Atlas, 2004.

Neves, Carmen Moreira de Castro. A educação a distância e a formação de professores. In: Secretaria de educação a distância. Integração das tecnologias na educação. Brasília: Ministério da Educação, Seed, 2005

Niskier, Arnaldo. História de educação brasileira: de José de Anchieta aos dias de hoje, 1500-2010. São Paulo: Editora Europa, 2011.

Oliveira, Eloiza da Silva Gomes de. Ação docente na educação a distância: as competências do “professor invisível”. Revista Tecnologia Educacional. Ano 39 – nº 190 – julho/setembro de 2010.

Rezende, Denis Alcides. Tecnologia de Informação aplicada a sistemas de informação empresariais: o papel estratégico da informação e dos sistemas de informação nas organizações. São Paulo: Atlas, 2003.

Silva, Marcos. Internet na escola e inclusão. In: Secretaria de educação a distância. Integração das tecnologias na educação. Brasília: Ministério da Educação, Seed, 2005.

Stair, R. M. Princípios de sistemas de informação: uma abordagem gerencial. Rio de Janeiro: LTC, 2002.

Teixeira, Adriano Canabarro; Brandão, Edemilson Jorge Ramos Internet e democratização do conhecimento: repensando o processo de exclusão social. CINTED-UFRGS na Educação V. 1 Nº 1, Fevereiro, 2003 Disponível em:< http://seer.ufrgs.br/renote/article/viewFile/13635/7711>. Acesso em 27 Abr. 2019.

Tezani, Thaís Cristina Rodrigues. A educação escolar no contexto das tecnologias da informação e da comunicação: desafios e possibilidades para a prática pedagógica curricular. In: revistafaac, Bauru, v. 1, n. 1, p. 35-45, abr./set. 2011.

Triviños, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais. São Paulo: Atlas, 2006.

Publicado
2019-07-18
Como Citar
FERNANDES, M. E.; SCHIMIGUEL, J.; PEREIRA, M. A.; AMBROGI, I. H.; OKANO, M. T. A educação num ritmo diferente de aprendizagem e interação – o papel do docente como facilitador na educação à distância em um curso superior de tecnologia. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 10, n. 4, p. 01-19, 18 jul. 2019.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>