A EDUCAÇÃO NUM RITMO DIFERENTE DE APRENDIZAGEM E INTERAÇÃO – O PAPEL DO DOCENTE COMO FACILITADOR NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EM UM CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

Marcelo Eloy Fernandes, Juliano Schimiguel, Marcio André Pereira, Ingrid Hötte Ambrogi, Marcelo Tsuguio Okano

Resumo


Este artigo trata da educação a distância, da mediação e o papel do professor neste tipo de curso. A educação a distância requer um ritmo diferente da educação presencial, e alunos e educadores deste novo processo, aprendem a interagir por diferentes meios, em diferentes condições.

Neste contexto, o objetivo deste artigo é o de descrever o papel do professor na educação a distância, levantando como problema, qual o papel do docente como facilitador no processo de ensino e aprendizagem no curso superior tecnológico a distância em uma Universidade localizada na região da grande São Paulo.

Para desenvolvimento deste artigo é apresentada uma pesquisa de campo com cinquenta professores que ministram aulas em um curso superior de tecnologia a distância da instituição de ensino estudada, além da fundamentação teórica que suporta o desenvolvimento deste trabalho.

A conclusão e os resultados obtidos são de que o papel do professor no curso à distância é o de apoiar o aluno a aprender, criar condições para que ele adquira informações de forma autônoma, e organizar estratégias para que este conheça e construa seu próprio conhecimento, ou seja, o docente no curso superior tecnológico à distância contribui tanto para que o discente amplie seus conhecimentos teóricos, quanto sua bagagem para a formação do profissional.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26843/rencima.v10i4.2447

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2179-426X

Principais Indexadores e Banco de Dados 

   4fscprrsdbplgx1korycxmt8hz22jwbgfztn2wy3tm8yqmxkqtam7cpmcsaml9ttq_400      base_sumarios-org_696      logo-oei_400      latindex_376 diadorimq_600

 

Licença Creative Commons
A REnCiMa está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional