PASSATEMPOS ON-LINE NO ENSINO DE FÍSICA: UM ESTUDO DAS CONCEPÇÕES DE ESTUDANTES E EGRESSOS DE UM CURSO DE LICENCIATURA

Lucas Alexandre Mortale, Marcio Vinicius Corrallo, Emerson Ferreira Gomes

Resumo


O artigo traz alguns resultados das concepções sobre o uso de passatempo on-line em apoio ao ensino de física, de estudantes e egressos de um curso de licenciatura em física. Para tal, usou-se uma ampla revisão da literatura para elaboração de questionário em escala Likert. A partir daí, buscou-se os fatores preponderantes para consolidar um construto que explicasse o uso desse recurso tecnológico, com base nas técnicas de Análise Fatorial. Além disso, admitiu-se que as concepções dos indivíduos pesquisados poderiam dar indícios da adoção ou abandono desse recurso, durante a ação profissional do docente. Os resultados dessa análise indicam que a dimensão cognitiva-motivacional é um fator decisivo, pois é um mecanismo de favorecimento do processo de ensino e aprendizagem. Em contrapartida, é apontado pelos respondentes que a adoção de estratégia que envolva recurso tecnológico exige maior esforço do professor, acarretando, portanto, maior carga de trabalho.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26843/rencima.v11i3.2440

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2179-426X

Principais Indexadores e Banco de Dados 

   4fscprrsdbplgx1korycxmt8hz22jwbgfztn2wy3tm8yqmxkqtam7cpmcsaml9ttq_400      base_sumarios-org_696      logo-oei_400      latindex_376 diadorimq_600

 

Licença Creative Commons
A REnCiMa está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional