O ensino em zoologia e o pressuposto utilitarista: uma análise dos livros didáticos do ensino médio (pnld 2018-2020)

Palavras-chave: Zoologia, Livro Didático, Utilitarismo

Resumo

O pressuposto utilitarista foi concebido de ideais filosóficos do século XIV, onde em sua base conceitual delegava-se utilidade a todos os seres vivos perante o ser humano, sendo este pressuposto desenvolvido e adaptado ao modelo capitalista atual de Estado. No Ensino em Zoologia tem havido uma superestimação dos animais enquanto utilidade para a sociedade, promovendo para esta biociência um modelo não condizente com sua estrutura formativa enquanto saber científico e escolar. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi observar e analisar qualitativamente os pressupostos utilitaristas presentes nos livros didáticos participantes do PNLD 2018 destinado ao Ensino médio regular, no conteúdo de Zoologia, sendo desenvolvida uma análise de todos os livros didáticos incluídos no Programa Nacional do Livro Didático do triênio de 2018-2020 através da análise de conteúdo proposto por Bardin (2011), os quais foram distribuídos em todo território brasileiro. Foram encontrados, com frequência, pressupostos utilitaristas em 8 coleções aprovadas por este programa do Ministério da Educação, sugerindo que o Ensino em Zoologia no que tange os livros didáticos estaria marcado por pressupostos utilitaristas da categoria economicamente positivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hugo José C.C de Azevedo, Instituto Oswaldo Cruz (IOC/FIOCRUZ)
Mestrando em Ensino em Biociências em Saúde (Instituto Oswaldo Cruz).Especialista em Ensino em Ciencias- Instituto Federal do Rio de Janeiro- Campus Maracanã.

Referências

ALMEIDA, A. W. B. Antropologia dos archives da Amazônia. Rio de Janeiro; Manaus: Casa 8; Fundação Universitária do Amazonas, 2008.

AMORIM, D.S. Fundamentos de sistemática filogenética. In: Fundamentos de sistemática filogenética. p. 154-154. 2002.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70. 2011

BENTHAN. Introduction to the Principles of Morals and Legislation (reprint Ed.). Oxford: At the Claredon Press, 1907.

BIZZO, N. Reflections upon a national program assessing Science textbooks: what is the importance of content in Science education? I OSTE SYMPOSIUM. Foz do Iguaçu, 2002.

BRASIL. M.E.C. Secretaria da Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais + (PCN+) - Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Brasília: MEC, 2002.

CAIMI, F.E; MACHADO, I AP; DIEHL, A.A. O livro didático e o currículo de história em transição. Universidade de Passo Fundo, 1999.

CAPONI, S. A emergência da medicina tropical no Brasil e na Argentina. ln: MARTINS, A. C. K. P; LORENZANO, p. Ciências da Vida: Estudos filosóficos e Históricos. Associação de Filosofia e História da Ciência do Cone Sul, Campinas, 2006.

CHIAPPIN, J.R.N; LEISTER, C. Contratualismo, Utilitarismo e o Modelo do Estado Mercantilista vs Patrimonialismo e Patriarcalismo: sobre o Desenvolvimento da Inglaterra e dos Estados Unidos e o Atraso do Brasil no Século XIX. Revista de Desenvolvimento e Políticas Públicas, v. 1, n. 2, p. 117-142, 2017.

CORRÊA, R. L. T. O livro escolar como fonte de pesquisa em História da Educação. Cadernos Cedes, v. 20, n. 52, p. 11-23, 2000.

DA ROCHA, A. L.F; DUSO, L; MAESTRELLI, S.R.P. Contribuições da Filogenética para um ensino crítico da Zoologia. Monografia (Graduação em Ciências Biológicas). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira.2013.

DE AZEVEDO, H.J.C.C. Introdução ao Ensino de Zoologia. Editora Espaço Acadêmico. Rio de Janeiro. 80p. 2019.

DE AZEVEDO, H.J.C.C; OLIVEIRA, P.R; SANTOS, J.R. O Ensino Em Zoologia e o Sul De Minas Gerais: Uma Análise Das Abordagens Dos Livros Didáticos Adotados Em Itajubá/Mg. Revista Cadernos da Educação Básica. v4, n3. p.68-87. 2019.

DE AZEVEDO, H.J.C.C; RIBEIRO, S.A.C; FARIAS,G.P. O Ensino de Zoologia e a confecção de uma coleção zoológica didática. Revista Educação Pública. v20, n23. 2020.

DE AZEVEDO, H.J.C.C; VIANUD, E; PEREIRA-FERREIRA, C. O Histórico Político-Legislativo dos Livros didáticos de Ciências do Brasil. Research, Society and Development. v9, n4. p.87-94. 2020.

DOMINGUES, H.M.B. As ciências naturais e a construção da nação brasileira. Revista de História , São Paulo, n. 35, p. 41-59, 1996.

DOMINGUINI, L. O Conteúdo Física Moderna nos livros didáticos do PNLEM. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em educação da Universidade do Extremo Sul Catarinense (PPGEUNESC). Criciúma, 2010.

DO NASCIMENTO, L.A; DE CARVALHO,H.R; DA CRUZ SILVA,B.V. A Astronomia, A Historiografia Da Ciência E Os Livros Didáticos: Uma História Mal Contada? Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 7, n. 5, p. 40-52, 2016.

DROUIN, J.M. L’Écologie et son histoire. Paris: Flammarion, 1991, p. 53.

FEIJÓ, A. Utilização de animais na investigação e docência: uma reflexão ética necessária. Monografia (Graduação em Ciências Biológicas). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2005.

FELIPE, S. T. Fundamentação ética dos direitos animais. O legado de Humphry Primatt. Revista brasileira de direito animal, v. 1, n. 1, 2014.

FREIRE. P.; SHOR. I. Medo e Ousadia: o cotidiano do professor. Paz e Terra. 13. Ed. São Paulo. 2011.

GARCIA, N.M.D. Livro didático de Física e de Ciências: contribuições das pesquisas para a transformação do ensino. Educar em Revista, 44, abril-jun, 145–163, 2012.

MAGALHÃES, A.P. F. Como os insetos são levados às escolas: uma análise de livros didáticos de Ciências. Trabalho Final de Graduação. Universidade Federal do Paraná. 2013.

MONTEIRO, P. H. N; BIZZO, N. Hábitos, atitudes e ameaças: a saúde nos livros didáticos brasileiros. Cadernos de Pesquisa, v. 44, n. 151, p. 132-154, 2014.

NAIRON, F.; JÚNIOR, M. & MEDEIROS, A. Distorções conceituais dos atributos do som presentes nas sínteses dos textos didáticos: aspectos físicos e fisiológicos. Ciência & Educação, 5(2), 1–14, 1998.

NASCIMENTO, M. N. M. Ensino médio no Brasil: determinações históricas. Revista Sociedade de Linguística, letras e artes. v. 15, n. 1, jun. 2007.

NOGUEIRA, V. M. D. Direitos fundamentais dos animais: a construção jurídica de uma titularidade para além dos seres humanos. Belo Horizonte: Arraes Editora, 2012.

OLIVEIRA, D. B. G.; Boccardo, L.; Razera, J. C. C. O ensino de zoologia evolutiva na educação básica: uma experiência desenvolvida nos primeiros anos do ensino fundamental. Enseñanza de las Ciencias. 2013.

OLIVEIRA, L.S; SOUZA, M.L. Articulando o ensino de zoologia com a etnozoologia: análise de uma proposta educativa com estudantes do ensino fundamental. Revista de Ensino de Biologia da Associação Brasileira de Ensino de Biologia (SBEnBio), 7(1). 5470-5481, 2013.

PAIXÃO, R. L. Experimentação animal: razões e emoções para uma ética. Tese (Doutorado) - Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública, Rio de Janeiro, 2001.

PIRES, J. M; DA COSTA, I.N. O capital escravista-mercantil e a escravidão nas Américas. EDUC-Editora da PUC-SP, 2014.

RAZERA, J.C.C; BOCCARDO, L; SILVA, P.S. Nós, a escola e o planeta dos animais úteis e nocivos. Ciência & Ensino (ISSN 1980-8631), v. 2, n. 1, 2008.

RIOS, G.S.L. O que é cooperativismo. Editora Brasiliense, 2017.

ROCHA, A. L. F; SANTOS, J; MAESTRELLI, S.R.P. O ensino bancário de zoologia: uma aproximação de suas práticas. Da formação à prática no Ensino de Ciências e Biologia: desafios a superar, Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciência. p. 94. 2015.

SANTOS, J. R.; BONOTTO, D. M. B. Educação ambiental e animais não humanos: linguagens e valores atribuídos por professoras do ensino fundamental. Pesquisa em Educação Ambiental. 7(1). 25-43. Artigo periódico eletrônico. 2012.

SANTOS, W.D; DOS SANTOS JÚNIOR, J; DE SOUZA VELASQUE, L. O Desenvolvimento do Letramento Estatístico pelos Livros Didáticos e a Base Nacional Comum Curricular. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 2, p. 210-229, 2018.

SCHWERTNER, C. F . Os bichos na natureza da sala de aula. Em: Santos, L. H. S.(org.). Biologia dentro e fora da escola: meio ambiente, estudos culturais e outras questões. (13-24). Porto Alegre: UFRGS. 2000

SILVA, C.R; GOBBI, B.C; SIMÃO,A.A. O uso da análise de conteúdo como uma ferramenta para a pesquisa qualitativa: descrição e aplicação do método. Revista Organizações rurais & agroindustriais, v. 7, n. 1, 2011.

SILVA, M. A. A fetichização do livro didático no Brasil. Educação & Realidade, v. 37, n. 3, 2012.

VASCONCELOS, S.D.; SOUTO, E. O livro didático de Ciências no Ensino Fundamental proposta de critérios para análise do conteúdo zoológico. Ciência & Educação, v. 9, n. 1, p. 93-104. 2003.

VIDAL, P. H. O.; PORTO, P. A. A história da ciência nos livros didáticos de química do PNLEM 2007. Ciência & Educação, 18(2), 291–308, 2012.

WEIL, Z. Animals in society: facts and perspectives on our treatment of animals. Pennsylvania: Animalearn, 1991.

Publicado
2020-10-18
Como Citar
DE AZEVEDO, H.; FARIAS, E.; FERREIRA, C.; MEIRELLES, R. O ensino em zoologia e o pressuposto utilitarista: uma análise dos livros didáticos do ensino médio (pnld 2018-2020). Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 6, p. 591-606, 18 out. 2020.
Seção
Relatos de Pesquisa