Tensões nos discursos dos alunos durante a realização das atividades experimentais no Ensino de Física

  • Luís da Silva Campos Universidade Cruzeiro do Sul
  • Mauro Sergio Teixeira de Araújo Universidade Cruzeiro do Sul
Palavras-chave: Tensão nos discursos, Atividades experimentais, Ensino de física, Laboratório didático

Resumo

Baseada na teoria dos códigos de Basil Bernstein, Andréia M. P. de Oliveira propôs o conceito de Tensão nos Discursos para designar as descontinuidades entre os diferentes discursos presentes na prática educacional, marcadas pelas contradições, rupturas e dilemas que caracterizam as diferentes disciplinas pedagógicas. Desenvolvemos esta pesquisa para responder a seguinte questão: quais Tensões nos Discursos são constituídas quando estudantes realizam atividades experimentais de Física com roteiro fechado e estruturado e como esses alunos lidam com essas tensões? Desta forma, nosso objetivo foi investigar e analisar as tensões manifestadas pelos alunos e entender as estratégias utilizadas pelos aprendizes para enfrentar estas tensões durante a realização de algumas atividades experimentais. A metodologia utilizada foi qualitativa e se constituiu em analisar as transcrições dos áudios, gravados durante a realização dos experimentos e durante as entrevistas com os alunos, assim como a análise dos relatórios produzidos por estes aprendizes ao longo das atividades experimentais. Essa análise dos dados foi inspirada na linguagem de descrição proposta por Basil Bernstein, baseada em elementos importantes da metodologia qualitativa. Entendemos que o isolamento dos discursos presente nas disciplinas singulares, propiciam o surgimento e a manifestação de diferentes Tensões nos Discursos dos alunos, com diversos níveis de profundidades. Identificamos tensões representacionais, conceituais e procedimentais nos discursos dos alunos e defendemos a tese de que parte das tensões nos discursos dos estudantes, ocorreu devido ao isolamento do discurso interno à própria Física, mostrando as contradições, rupturas, angústias e dilemas no momento em que os alunos realizarem as atividades experimentais.   Palavras-chave: Tensão nos discursos, Atividades experimentais, Ensino de física, Laboratório didático.    

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-19
Como Citar
CAMPOS, L. DA S.; ARAÚJO, M. S. T. DE. Tensões nos discursos dos alunos durante a realização das atividades experimentais no Ensino de Física. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 6, p. 63, 19 dez. 2018.