Mobile Learning no processo de ensino e aprendizagem de conteúdos de Genética: proposta e análise com base na Teoria da Atividade

  • Rosiney Rocha Almeida Universidade Cruzeiro do Sul
  • Carlos Fernando de Araújo Jr Universidade Cruzeiro do Sul
Palavras-chave: Mobilelearning, Tablet, Ensinoeaprendizagemdegenética, Teoria da atividade

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo identificar contribuições do uso do tablet no processo de ensino e aprendizagem de conteúdos temáticos de genética no Ensino Médio. Participaram da pesquisa 34 estudantes da 3ª série do Ensino Médio propedêutico do Colégio Cruzeiro do Sul, localizado em São Paulo - SP. Neste estudo nos reportamos à teoria histórico-cultural como base norteadora. Nosso marco teórico foi constituído principalmente pela Teoria da Atividade, por pesquisas atuais em mobile learning e orientações para o Ensino de Biologia.  Optamos, portanto, por uma pesquisa exploratória, com abordagem quali-quantitativa em que, para a abordagem qualitativa, nos valemos da pesquisa-ação. Foram desenvolvidas ao longo da pesquisa duas atividades de ensino e aprendizagem de genética com uso do tablet, sendo a primeira, a Atividade 01, de Representação individual do conhecimento; e a Segunda, a Atividade 02, de Representação coletiva do conhecimento. No desenvolvimento das atividades buscamos analisar, com base na 2ª geração da Teoria da Atividade (TA), a relação dos sujeitos com os demais elementos dos Sistemas de atividade e, com base na 3ª geração da TA, analisar a relação entre dois sistemas distintos de atividade, porém complementares. Destacamos a contribuição do uso do tablet para a aquisição de Competências e Habilidades de Representação e Comunicação em Biologia, previstas nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), como pode ser observado através do mapeamento mental aqui adotado. Destacamos, ainda como contribuição do uso deste recurso neste estudo, aspectos motivacionais que influenciaram positivamente o processo de ensino e aprendizagem dos conteúdos de genética aqui investigados.    Palavras-chave: Mobile learning; Tablet;  Ensino e aprendizagem de genética; Teoria da atividade.  

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-19
Como Citar
ALMEIDA, R. R.; ARAÚJO JR, C. F. DE. Mobile Learning no processo de ensino e aprendizagem de conteúdos de Genética: proposta e análise com base na Teoria da Atividade. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 6, p. 56, 19 dez. 2018.