A “LINHA DE ABASTECIMENTO”: REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO DAS MENINAS NA ÁREA DAS CIÊNCIAS EXATAS E DA COMPUTAÇÃO

Rozenilda Luz Oliveira de Matos, Ourides Santin Filho, Neide Maria Michellan Kiouranis

Resumo


O presente artigo aborda a temática sobre as mulheres na ciência da computação e a aprendizagem das meninas nessa área. Este tema de investigação faz parte da pesquisa de doutorado que tem como um dos objetivos específicos levantar dados sobre a história da computação e a participação das mulheres para a consolidação dessa ciência. Durante o doutorado contatou-se que as mulheres pesquisadas somam mais de dez ao todo, mas para o referido artigo optamos por falar de apenas três: Ada Lovelace, Grace Hopper e Mary Kenneth. A metodologia utilizada é a bibliográfica e tem como objetivo fazer uma reflexão sobre as práticas educativas, estabelecendo um parâmetro crítico entre a prática pedagógica e a “linha de abastecimento” que fomentou programas de governo. A “linha de abastecimento” segundo Schiebinger (2001) foi como os pesquisadores nomearam esse incentivo voltado ao aumento no número de meninas interessadas em ciência poderia acabar resultando num maior número de mulheres cientistas. Como resultado da pesquisa, percebe-se que a inclusão das mulheres na área da computação passou por um longo caminho, desde as tentativas de atrair as mulheres para essa área, partindo-se do pressuposto de que elas nunca tivessem se interessado pelo tema, à prática do “abastecimento” de programas de incentivos nacionais e internacionais que, em sua maioria, não mudaram as práticas e a maneira de ver e agir dos professores, reforçando o aspecto da escola apenas como unidade executora de projetos. 

Palavras-chaves: Ciências da computação; Informática e educação; Educação escolar.



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26843/rencima.v10i3.1999

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2179-426X

Principais Indexadores e Banco de Dados 

   4fscprrsdbplgx1korycxmt8hz22jwbgfztn2wy3tm8yqmxkqtam7cpmcsaml9ttq_400      base_sumarios-org_696      logo-oei_400      latindex_376 diadorimq_600

 

Licença Creative Commons
A REnCiMa está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional