A Early Algebra nos livros didáticos: um olhar sobre a abordagem de sequências de padrões

Palavras-chave: Early Algebra, Livros didáticos, Pensamento algébrico, Sequências de padrões

Resumo

Esta pesquisa refere-se à análise de livros didáticos de Matemática dos Anos Inicias do Ensino Fundamental a respeito de uma vertente da Early Algebra: sequência. Tendo como objetivo investigar como os livros didáticos têm abordado o pensamento algébrico, considerando o ponto de vista da sequência. Para dar apoio no tocante a Early Algebra, foram consideradas as ideias de Blanton e Kaput; e Carraher et al, entre outras. Trata-se de uma pesquisa documental. Para fazer essa análise foi escolhida uma coleção de livros didáticos considerada pelo PNLD de 2016 como a coleção mais distribuída, os exemplares usados são do 1º ano ao 5º ano do Ensino Fundamental. A análise foi realizada sob três perspectivas, a saber: (i) contabilizar o total de tarefas de cada livro e o total de tarefas relacionadas à sequência; (ii) contabilizar as sequências de acordo com as classificação pictórica ou numérica; (iii)  apresentar e discutir duas tarefas de cada livro relacionadas à sequências, a primeira e a última tarefa. Como resultado, foi observado que a coleção converge para as normas da BNCC; tarefas de sequências permeiam todos os livros didáticos da coleção. As tarefas podem tornar-se grandes aliadas do professor para promover o pensamento algébrico nos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiane Venâncio Bitencourt, Universidade Estadual de Santa Cruz
Educação Matemática
Vera Lúcia Merlini, Universidade Estadual de Santa Cruz
Educação Matemática

Referências

BLANTON, M.; KAPUT,J. Characterizing a classroom practice that promotes algebraic reasoning. In: Journal for Research Mathematics Education. 36(5), p. 412-446, 2005.

BLANTON, M. et al. Early Algebra. In:. VICTOR, J. K. (Ed.). Algebra: Gateway to a Technological Future. Columbia/USA: The Mathematical Association of America, p. 7-14, 2007.

BOOTH, L. R. Dificuldades das crianças que se iniciam em álgebra. In: COXFORD, A. F.; SHULTE, A. P. (Org.). As idéias da álgebra. Traduzido por Hygino H. Domingues. São Paulo: Atual, p. 23-37, 1995.

BORRALHO, A.; BARBOSA, E. Exploração de Padrões e Pensamento Algébrico. In I. Vale & A. Barbosa (Org.) Patterns-Multiple Perspectives and Contexts in Mathematics Education. Viana do Castelo: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo – Projecto Padrões, p. 59-68, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. PCN: Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa. Ministério da Educação, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEF, 2017.

BRIZUELA, B.; SCHLIEMANN, A. Ten-Year-Old Students Solving Linear Equations. For the Learning of Mathematics, Vol. 24, No. 2 , Jul., 2004, p. 33-40 Published by: FLM Publishing Association Stable URL: https://www.jstor.org/stable/40248456 Acessado em: 11/09/2020

BRIZUELA, B.; MARTINEZ, M.; CAYTON-HODGES, G. The Impacto of Early Algebra: Results from a Longitudinal Intervention. Journal of Research in Mathematics Education, 2(2), 209-241, 2013.

CANAVARRO, A. P. O pensamento algébrico na aprendizagem da Matemática nos primeiros anos. Quadrante, Vol. XVI, Nº 2, p. 1-38, 2007.

CARRAHER, D. et al. Arithmetic and Algebra in early Mathematics Education. Journal for Research in Mathematics Education. Vol 37(2), p. 87-115, 2006.

CARRAHER, D.; SCHLIEMANN, A.; SCHWARTZ, J. Early Algebra is not the same as Algebra early. In: KAPUT, J.; CARRAHER, D.; BLANTON, M. (Eds.). Algebra in the Early Grades. New York: Lawrence Erlbaum Associates, p. 235–274, 2008.

CARRAHER, D.; SCHLIEMANN, A. Powerful Ideas in Elementary School Mathematics. In ENGLISH, L.D.; KIRSHNER, D. (Eds). Handbook of International Research in Mathematics Education. 3.Ed. New York: Routledge, p.191-218, 2016.

DANTE, L. Ápis: Alfabetização Matemática. Obra em três volumes para alunos do primeiro ao terceiro ano. São Paulo: Ática, 2014a.

DANTE, L. Ápis: Matemática. Obra em dois volumes para alunos do quarto e quinto ano. São Paulo: Ática, 2014b.

FERREIRA, M. Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: uma análise dos documentos curriculares nacionais. REnCiMa, v. 8, n. 5, p. 16-34, 2017.

LUNA, A.; SOUZA, C. Discussões sobre o ensino de álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Educ. Matem. Pesq. São Paulo, v.15, p.817-835, 2013. Número Especial.

KATZ, V. J. Algebra: Gateway to a Technological Future. Columbia: MAA Reports, 2007.

KIERAN, C. Duas abordagens diferentes entre os participantes em álgebra. In: COXFORD, A. F.; SHULTE, A. P. (Org.). As idéias da álgebra. Traduzido por Hygino H. Domingues. São Paulo: Atual, p. 104-110, 1995.

KIERAN, C. et al . Early Algebra Research into its Nature, its Learning, its Teaching. Springer Nature. 2016

MAGINA, S. et al. Repensando adição e subtração: contribuições da teoria dos campos conceituais. São Paulo: PROEM, 2008.

MERLINI, V. et al. Algebraic reasoning before learning algebra in school. In: 13th International Congress on Mathematical Education ICME-13. Hamburgo, 2016

POST, T.; BEHR, M.; LESH, R. A proporcionalidade e o desenvolvimento de noções pré-álgebra. In: COXFORD, A. F.; SHULTE, A. P. (Org.). As idéias da álgebra. Traduzido por Hygino H. Domingues. São Paulo: Atual, p. 89-103, 1995.

PONTE, J. Números e álgebra no currículo escolar. In Vale, I. et al. (Eds.), Números e álgebra na aprendizagem da Matemática e na formação de professores. Lisboa: SEM-SPCE, p. 5-27, 2006.

PONTE, J. Investigations and explorations in the mathematics classroom. ZDM. 39, p. 419-430, 2007.

PONTE, J.; BRANCO, N.; MATOS, A. Álgebra no Ensino Básico. Lisboa: ME – DGIDC, 2009.

PONTE, J. Tarefas no ensino e na aprendizagem da Matemática. In: PONTE, J.(Ed), Práticas profissionais dos professores de Matemática. Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, p.13-27, 2014.

PORTO, R. S. O. Early Algebra: prelúdio da álgebra por estudantes do 3° e 5º anos do Ensino Fundamental. 2018. Dissertação de Mestrado – Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, 2018.

RODRIGUES, I.; PIRES. C. Um mapeamento de teses e dissertações que abordam o ensino e a aprendizagem da álgebra no Ensino Fundamental no Brasil. REnCiMa, v.8, n.2, p.162-182, 2017.

SOUZA, E.; DINIZ, M. Álgebra: das variáveis às equações e funções. Instituto de Matemática e Estatística da USP. Centro de Aperfeiçoamento do Ensino de Matemática-CAEM. 3ª Ed. São Paulo: Universidade de São Paulo-USP. 1998.

TEIXEIRA, A. C. A introdução do raciocínio funcional no 5º ano do Ensino Fundamental: uma proposta de intervenção. 2016. Dissertação de Mestrado – Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, 2016.

THOMPSON, F. M. O ensino de álgebra para a criança mais nova. In: COXFORD, A. F.; SHULTE, A. P. (Org.). As idéias da álgebra. Traduzido por Hygino H. Domingues. São Paulo: Atual, p. 79-103, 1995.

USISKIN, Z. Concepções sobre a álgebra da escola média e utilizações das variáveis. In: COXFORD, A. F.; SHULTE, A. P. (Org.). As idéias da álgebra. Traduzido por Hygino H. Domingues. São Paulo: Atual, p. 9-21, 1995.

VALE, I. et al. Os Padrões no Ensino e Aprendizagem da Álgebra. In: I. Vale, T. Pimentel, A. Barbosa, L. Fonseca, L. Santos e P. Canavarro (Orgs), Números e Álgebra. Lisboa: SEM-SPCE. p. 193-211, 2007.

VERGNAUD, G. La théorie des champs conceptuels. Recherches en Didactique des Mathématiques. Grenoble, v. 10, n. 23, p. 133-170, 1990.

YAMANAKA, O.; MAGINA, S. Um estudo da “Early Algebra” sob a luz da Teoria dos Campos Conceituais de Gerard Vergnaud. In: ENCONTRO PAULISTA DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA (EPEM), 2008, Bauru. São Paulo. Anais... SBEM/SBEM-SP, 2008.

Publicado
2020-10-18
Como Citar
BITENCOURT, D.; MERLINI, V. A Early Algebra nos livros didáticos: um olhar sobre a abordagem de sequências de padrões. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 6, p. 34-54, 18 out. 2020.
Seção
Artigos Gerais