O origami enquanto manifestação artística e possíveis relações com o ensino de Matemática

Palavras-chave: arte, matemática, origame, geometria plana

Resumo

O presente trabalho busca apresentar o Origami como uma manifestação artística capas de se aproximar do ensino de Matemática. Para tanto parte-se dos pressupostos de que tanto a Arte quanto a Matemática são atividades humanas, acessíveis a quaisquer pessoas. Neste intuito, o presente artigo usa as ideias de Herbert Read no que diz respeito ao entendimento de Arte e de como ela pode ser capaz de estimular a sensibilidade nas pessoas. Além disto, apresenta-se o Origami tratando um pouco da sua história, desenvolvimento e principais técnicas, além de apresentar algumas das muitas relações desta arte com o ensino de Matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

D’AMBRÓSIO, U. Educação Matemática: da teoria à prática. Campinas: Papirus, 2008.

DAMÁZIO JÚNIOR, V. Metáforas, Aforismos e Reflexões: Aproximações entre Matemática, Educação Matemática e Arte. BoEM, Joinville, v.3. n.5, p. 51-68, ago./dez. 2015

BEHS, P. C. Desdobrando o Origami no contexto da linguagem da arte. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade do Extremo Sul Catarinense. Criciúma: 2013.

CARVALHO, H. C. Geometria Fractal: Perspectivas e possibilidades para o ensino de matemática. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Pará. Belém: 2005.

DUARTE JÚNIOR, J. F. O sentido dos sentidos: a educação (do) sensível. 5 ed. Curitiba: Criar Edições, 2010.

FUSE, T. Unit-Origami: Multidimensional Transformations. Japan: Japan Publications, 1990.

GENOVA, C. Origami: dobras, contas e encantos. São Paulo: Escrituras Editora, 2009. GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GUSMÃO, L. D. Educação Matemática pela Arte: Uma defesa da educação da sensibilidade no campo da Matemática. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2013.

KENNEWAY, Eric. Complete Origami. London: Ebury Press, 1987.

KOBAYASHI, M. C. M.; YAMADA, T. R. U. Origami e kirigami: arte e cultura como recurso lúdico e educativo. Revista Ciência e Extensão. v.9, n.3, p.148-158. São Paulo: 2013.

LOPONTE, Luciana Gruppelli. Arte para a docência: estética e criação na formação docente. Archivos Analíticos de Políticas Educativas / Education Policy Analysis Archives, v. 21, nº25, mar. 2013. P. 1-22.

MAFFEI, L. Q. Clube da Matemática: Jogando com múltiplas inteligências. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pelotas. Pelotas, 2014.

MINAYO, M. C. de S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 23. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

MONTEIRO, L. C. N. Origami: História de uma Geometria Axiomática. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa. Lisboa, 2008.

OLIVEIRA, F. F. Origami: Matemática e Sentimento. READ, H. A Educação pela Arte. São Paulo: Editora Livraria Martins Fontes, 1958.

ROSSI, D. C.; TEIXEIRA, S. A. Origami Científico: a linguagem das dobraduras no design contemporâneo. Revista FAAC, v. 2, n. 2, p. 165-178. Bauru: 2012.

SAMPAIO, A. S.; FERREIRA, E. D. Do Oriente ao Ocidente: O Origami e suas influências. Revista da Faculdade Eça de Queiroz. Ano 1, n. 3. São Paulo: 2011.

UENO, T. R. Do Origami Tradicional ao Origami Arquitetônico: Uma trajetória histórica e técnica do artesanato oriental em papel e suas aplicações no design contemporâneo. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual Paulista. Bauru, 2003.

YOSHIZAWA, A. Origami Museum Animals. Japan: Kamakura Shobo, 1989.

Publicado
2020-07-22
Como Citar
QUINTINO, B.; JÚNIOR, V. D. O origami enquanto manifestação artística e possíveis relações com o ensino de Matemática. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 11, n. 4, p. 254-274, 22 jul. 2020.
Seção
Artigos Gerais