O ORIGAMI ENQUANTO MANIFESTAÇÃO ARTÍSTICA E POSSÍVEIS RELAÇÕES COM O ENSINO DE MATEMÁTICA

Bruna Quintino, Valdir Damázio Júnior

Resumo


p { text-indent: 1.25cm; margin-bottom: 0.25cm; direction: ltr; color: rgb(0, 0, 0); line-height: 120%; text-align: justify; }p.western { font-family: "Arial",sans-serif; font-size: 12pt; }p.cjk { font-family: "Droid Sans Fallback","Times New Roman"; font-size: 12pt; }p.ctl { font-family: "FreeSans","Times New Roman"; font-size: 12pt; }

O presente trabalho busca apresentar o Origami como uma manifestação artística capas de se aproximar do ensino de Matemática. Para tanto parte-se dos pressupostos de que tanto a Arte quanto a Matemática são atividades humanas, acessíveis a quaisquer pessoas. Neste intuito, o presente artigo usa as ideias de Herbert Read no que diz respeito ao entendimento de Arte e de como ela pode ser capaz de estimular a sensibilidade nas pessoas. Além disto, apresenta-se o Origami tratando um pouco da sua história, desenvolvimento e principais técnicas, além de apresentar algumas das muitas relações desta arte com o ensino de Matemática.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26843/rencima.v11i4.1416

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2179-426X

Principais Indexadores e Banco de Dados 

   4fscprrsdbplgx1korycxmt8hz22jwbgfztn2wy3tm8yqmxkqtam7cpmcsaml9ttq_400      base_sumarios-org_696      logo-oei_400      latindex_376 diadorimq_600

 

Licença Creative Commons
A REnCiMa está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional