A UTILIZAÇÃO DE MODELAGEM MATEMÁTICA NO ENSINO DE FUNÇÕES DE PROBABILIDADE PARA ENGENHARIAS

  • Carlos Willians Paschoal Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Barbara Lutaif Bianchini

Resumo

Neste trabalho temos como intuito apresentar parte da dissertação desenvolvida pelo primeiro autor e orientada pelo segundo autor, que esta em fase inicial, sendo hoje composto de uma revisão-bibliográfica e de um modelo de atividade para aplicação, o interesse do primeiro autor pelo tema se deu em sua graduação devido a inquietações sobre o papel da contextualização dentro dos conceitos matemáticos. Este interesse foi reavivado ao iniciar o trabalho com a disciplina de estatística em cursos de engenharia, no qual pude perceber que alguns alunos não percebiam aplicações para o conteúdo trabalhado. O embasamento teórico e metodológico deste trabalho foi desenvolvido com base em estudos da modelagem matemática, desenvolvidos principalmente por Bassanezi (2004), Biembengut e Hein (2000) e Jacobini, Wodewotski (2001). A discussão deste trabalho visa apresentar aspectos da modelagem matemática, a definição a ser usada como norteadora e os diferenciais apresentados para o desenvolvimento do trabalho em modelagem. Estes diferenciais envolvem um estudo de caso elaborado por alunos do 2º ano de Engenharia, nos quais conceitos de Distribuições de Probabilidade aplicados à Estatística foram abordados, além de alguns conceitos de Estatística Descritiva e Inferência. As considerações do trabalho refletem sobre aspectos motivadores que processos de modelagem matemática trazem para a sala de aula e seu papel articulador entre conteúdos de demais disciplinas e entre a realidade.
Publicado
2015-05-20