OBJETOS DE APRENDIZAGEM: UMA ANÁLISE DA APRENDIZAGEM MATEMÁTICA E SUAS CONCEPÇÕES TECNOLÓGICAS

  • Edna Mataruco Duarte Universidade Cruzeiro do Sul
  • Laura Carnielo Calejon Universidade Cruzeiro do Sul

Resumo

A matemática está presente no cotidiano da sociedade e de cada sujeito e suas implicações sociais, políticas e econômicas justificam refletir sobre suas teorias e a forma de ensinar seus conteúdos. Como parte das ciências humanas ou sociais é caracterizada como uma práxis que envolve um amplo domínio de recursos. Porém, o que vemos hoje nas escolas, em sua maioria, é uma descontextualização do conteúdo ensinado em matemática com a realidade do aluno e uma dinâmica de aula pautada pela teoria e exercícios de fixação. Uma educação matemática crítica pressupõe que os alunos reconheçam os problemas discutidos em sala de aula, como uma realidade vivida fora do ambiente escolar, e que estes conteúdos sejam dotados de significados. Assim, a utilização dos objetos de aprendizagem nas aulas de matemática pode corroborar com professores e alunos, principalmente se apoiado nos ambientes de aprendizagem apresentados por Skovsmose e nas concepções tecnológicas envolvidas na organização de contextos de ensino. Neste sentido, esta comunicação científica, que é um recorte de uma dissertação de mestrado, tem como objetivo classificar os objetos de aprendizagem relacionados com o ensino de matemática presentes no repositório Proativa segundo os ambientes de aprendizagem propostos por Skovsmose e suas concepções, considerando a utilização da tecnologia. O texto resulta de uma sistematização de dados encontrados na literatura, configurando-se como revisão de literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-05-19