A PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO SOBRE SÓLIDOS GEOMÉTRICOS À LUZ DO MODELO VAN HIELE

  • Gilberto Vieira Universidade Cruzeiro do Sul
  • Norma Suely Gomes Allevato

Resumo

A Geometria Escolar tem se mostrado um tema de grande interesse da comunidade de pesquisadores e educadores matemáticos e um dos referenciais teóricos mais adotados é o modelo van Hiele de desenvolvimento do pensamento geométrico. Este trabalho, além de apresentar a descrição do modelo van Hiele, enfatizando as características de cada nível de classificação do pensamento geométrico, tem como objetivo discutir as contribuições e limitações do referido modelo. A pesquisa envolveu a realização de uma tarefa exploratório-investigativa sobre sólidos geométricos por estudantes de sexto ano do Ensino Fundamental de uma escola pública do interior do estado de São Paulo. A tarefa constituiu-se na construção e classificação de alguns sólidos geométricos e foi conduzida pelo pesquisador, que também era o professor de Matemática da turma. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa que buscou analisar, à luz do modelo van Hiele, a produção do conhecimento geométrico pelos alunos manifesta em seus diálogos e registros. Também foram consideradas como dados da pesquisa, as anotações do pesquisador realizadas em diário de campo contendo as descrições e as impressões sobre o desenvolvimento das tarefas. Os dados analisados revelaram que o modelo van Hiele consegue explicar de forma satisfatória o desenvolvimento do pensamento geométrico relacionado à classificação de sólidos geométricos apesar de algumas críticas concernentes à heterogeneidade das turmas e à autonomia dos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilberto Vieira, Universidade Cruzeiro do Sul
Doutorando em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Cruzeiro do Sul, Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Cruzeiro do Sul (2011), especialista em Educação Matemática pela Universidade Nove de Julho (2006), possui graduação em Pedagogia pela Faculdade Maria Augusta Ribeiro Daher (2007) e graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade do Vale do Paraíba (2003). Atualmente é professor de matemática da Prefeitura Municipal de São José dos Campos, professor de matemática da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e docente da ETEP Faculdades. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: resolução de problemas, investigações matemáticas em sala de aula e ensino de geometria.
Publicado
2015-05-20