ANÁLISE PRAXEOLÓGICA DE TAREFAS DE ÁREA E PERÍMETRO NO 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Debora Virgilia Canne Universidade Cruzeiro do Sul
  • Cintia Aparecida Bento dos Santos

Resumo

Este trabalho é um recorte da nossa pesquisa de mestrado na qual estamos analisando como são institucionalizadas as noções de área e perímetro ao longo dos anos finais do Ensino Fundamental nos Cadernos de Matemática do Aluno, em relação ao que é proposto no Currículo do Estado de São Paulo. Com isso, vamos expor o quadro de análise para algumas tarefas do 8º ano. Pretendemos mostrar o que revelam os Cadernos de Matemática do Aluno e do Professor do Ensino Fundamental da rede Pública do Estado de São Paulo, em relação às noções de área e perímetro. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, pois não estamos trabalhando com a representação numérica dos dados, e sim, com o que esses dados podem nos revelar. A técnica adequada ao nosso trabalho é a de análise documental, sendo os Cadernos do Aluno e do Professor as nossas fontes de dados. Os dados para a pesquisa foram construídos a partir da seleção rigorosa de todas as tarefas apresentadas nos Cadernos do Aluno e suas respectivas orientações de ensino contidas no Caderno do Professor, referentes à noção de área e perímetro. Nosso referencial teórico está apoiado na Teoria Antropológica do Didático de Yves Chevallard (1992), Objetos Ostensivos e Não ostensivos de Marianna Bosch e Yves Chevallard (1999), Nível esperado de aprendizagem de Aline Robert (1998).

Biografia do Autor

Debora Virgilia Canne, Universidade Cruzeiro do Sul
Aluna do Programa de Mestrado no Ensino de Ciencias e Matemática.Orientadora: Prof. Dra. Cintia A. B. dos Santos
Publicado
2015-05-19